Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,82 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,96 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,58
    +0,21 (+0,32%)
     
  • OURO

    1.848,00
    +9,90 (+0,54%)
     
  • BTC-USD

    46.623,56
    -335,70 (-0,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.292,26
    -66,30 (-4,88%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,73 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,87 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,47 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.404,00
    +17,00 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4042
    +0,0002 (+0,00%)
     

Vice-presidente dos EUA abordará temas migratórios com presidente da Guatemala

·1 minuto de leitura
Na terça-feira, a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, participará por videoconferência de uma mesa redonda com organizações comunitárias guatemaltecas e discutirá "soluções às causas fundamentais da migração", disse seu porta-voz

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, manterá na próxima semana um encontro virtual com o presidente guatemalteco, Alejandro Giammattei, sobre temas migratórios, antes de uma visita à América Central prevista para junho, informou a Casa Branca nesta quarta-feira (21).

Harris, que lidera as ações do governo de Joe Biden para resolver o problema da migração na fronteira entre os Estados Unidos e o México, se reunirá virtualmente com Giammattei na segunda-feira.

"Os dois debaterão formas de trabalhar juntos para abordar as necessidades de ajuda imediata ao povo guatemalteco, assim como aprofundar a cooperação no campo da migração", disse a porta-voz da vice, Symone Sanders.

Na terça-feira, Harris participará por videoconferência de uma mesa redonda com organizações comunitárias guatemaltecas e discutirá "soluções para as causas fundamentais da migração", acrescentou Sanders.

Enquanto isso, um funcionário da Casa Branca disse que Harris "viajará para a região em junho". A vice-presidente havia anunciado anteriormente que também visitará o México.

Esta agenda eleva o perfil da vice-presidente em um dos problemas mais difíceis de resolver no governo do presidente Biden. Em março, a quantidade de migrantes sem documentos detidos na fronteira sul dos Estados Unidos aumentou 71% com relação ao mês anterior, totalizando 172.331 pessoas.

Diferentemente de seu antecessor, o republicano Donald Trump, que insistiu na necessidade de erguer um muro para evitar a travessia na fronteira sul, Biden e Harris se comprometeram a ajudar aos governos regionais a combater a pobreza e a violência, que levam as pessoas a viajar para os Estados Unidos.

sms/bfm/yow/rsr/mvv