Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    55.084,75
    -5.880,39 (-9,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,61 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,67 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Vice-presidente do BCE diz que inflação na zona do euro pode superar projeções neste ano

·1 minuto de leitura
Vice-presidente do BCE, Luis de Guindos

FRANKFURT (Reuters) - A inflação da zona do euro ficará "claramente" acima da previsão do Banco Central Europeu (BCE) neste ano, mas grande parte do aumento se mostrará temporário e o crescimento dos preços será fraco nos próximos anos, disse o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos, nesta quarta-feira.

O crescimento econômico, por outro lado, pode no primeiro trimestre ficar aquém das projeções, devido a restrições generalizadas relacionadas à pandemia, ainda que o prognóstico para o ano cheio siga em linha com a estimativa de expansão de 3,9% feita pelo banco em dezembro, afirmou de Guindos em um webinar com o banco de investimento Berenberg.

O BCE previu inflação de 1% em todo o ano de 2021, mas analistas do setor privado estimam um salto no índice de preços para 2% nos próximos meses, antes de um declínio no final do ano.

(Por Balazs Koranyi)