Mercado fechará em 6 h 30 min
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,61 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,44 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,19
    +0,16 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.909,00
    -20,50 (-1,06%)
     
  • BTC-USD

    12.894,35
    +1.837,34 (+16,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,11
    +15,22 (+6,21%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,97 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.784,06
    +7,56 (+0,13%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -165,19 (-0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.673,25
    -18,00 (-0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6351
    -0,0149 (-0,22%)
     

Vice de Covas já foi acusado pela esposa de violência doméstica e ameaça

·2 minutos de leitura
Ricardo Nunes é vereador e vice na chapa de Bruno Covas (Foto: Afonso Braga/Câmara de Vereadores)
Ricardo Nunes é vereador e vice na chapa de Bruno Covas (Foto: Afonso Braga/Câmara de Vereadores)

O vereador Ricardo Nunes (MDB), vice-prefeito na chapa de Bruno Covas (PSDB), foi acusado pela esposa de violência doméstica, ameaça e injúria. O caso aconteceu em 2011 e eles continuam casados. As informações foram reveladas pelo jornal Folha de S. Paulo.

Segundo o boletim de ocorrência, objetivo pelo jornal, foi registrado em 18 de fevereiro na 6ª Delegacia da Mulher, em Santo Amaro. Regina Carnovale afirmou na ocasião que viveu em união estável com Nunes por 12 anos, mas que eles estavam separados por causa dos ciúmes excessivos por parte dele.

O documento descreve que Ricardo Nunes não dava paz à Regina, “efetuando ligações proferindo ameaças, envia mensagens ameaçadoras todos os dias e vai em sua casa onde faz escândalos e a ofende com palavrões”, consta no boletim de ocorrência. A esposa de Nunes ainda teria afirmado sentir medo dele.

A reportagem ainda revelou que, nas redes sociais, há cinco anos, Regina fez publicações relatando que os dois tinham brigado por pensão alimentícia. Nos comentários, ela disse que tinha provas de ter sido agredida por ele. A esposa de Nunes justifica que a conta foi hackeada.

Mais sobre Eleições 2020:

Um mês depois, em 14 de março, Nunes registrou queixa contra a esposa por lesão corporal.

Atualmente, o casal está junto e Regina faz campanha ativamente para ele nas redes sociais. Nenhum dos boletins de ocorrência avançou na Justiça.

À Folha, Nunes nega que tenha agredido a esposa e fiz que a acusação foi feita em um momento em que Regina estava “emocionalmente abalada e sem controle das ações e sentimentos”.

"O momento de mágoas misturado pelo amor que temos um pelo outro acabou gerando um desentendimento, com ela exaltada, que me levou a fazer o BO [boletim de ocorrência]." Sobre o registro feito por ele, Nunes justificou que o casal vivia uma fase muito difícil.

Leia também

Regina negou as agressões e reforçou a fala de Nunes de que vivia um momento difícil e estava sensível. “Tanto é que estamos juntos há mais de 20 anos, sendo que esse boletim foi feito em 2011, 9 anos atrás. Amo meu marido e vivemos com nossos filhos em perfeita harmonia”, justificou.

Sobre os posts nas redes sociais, ambos disseram que Regina foi hackeada.