Mercado fechará em 5 h 42 min
  • BOVESPA

    129.287,83
    -225,79 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,57
    -0,75 (-0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,57
    +0,27 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.786,70
    +10,00 (+0,56%)
     
  • BTC-USD

    33.387,21
    -567,55 (-1,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    801,16
    -41,49 (-4,92%)
     
  • S&P500

    4.278,88
    +12,39 (+0,29%)
     
  • DOW JONES

    34.426,93
    +230,11 (+0,67%)
     
  • FTSE

    7.131,25
    +21,28 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.288,22
    +405,76 (+1,40%)
     
  • NIKKEI

    29.066,18
    +190,95 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.333,75
    -20,50 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8710
    +0,0087 (+0,15%)
     

Vias elétricas: Estudo projeta estradas eletrificadas para recarregar carros em movimento

·1 minuto de leitura
Vias elétricas: Estudo projeta estradas eletrificadas para recarregar carros em movimento
Vias elétricas: Estudo projeta estradas eletrificadas para recarregar carros em movimento

Além disso, um dos principais problemas desse tipo de carro, que é a autonomia para viagens longas sem a necessidade de paradas, seria finalmente resolvido.

O professor de engenharia elétrica de Cornell, Khurram Afridi, explica que quando a bateria estiver acabando, é só passar para a faixa de carregamento. Ele seria capaz de identificar qual carro entrou na pista e, mais tarde, enviaria uma fatura.

Leia também:

A tecnologia pode já estar nas estradas em cinco ou dez anos, aliviando bastante a infraestrutura das estações de carregamento, que é cara e lenta, já que o carregamento de um carro não é tão rápido quanto um reabastecimento.

A tecnologia para o funcionamento das estradas de carregamento envolve placas produzidas com um metal especial posicionadas sob a estrada e conectadas a uma linha de força e um inversor. Essas placas criam uma espécie de campo elétrico capaz de carregar a bateria de um carro enquanto ele passa por cima de uma após a outra.

O carregamento sem fios já é uma realidade, mas por enquanto funciona com o carro estacionado em cima de um aparelho ligado à tomada, bem parecido com os usados para smartphones.

O maior desafio por enquanto é aumentar a intensidade da frequência elétrica para permitir a recarga em movimento.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos