Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.227,09
    +94,56 (+0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.412,47
    +211,88 (+0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,01
    -0,70 (-1,53%)
     
  • OURO

    1.814,20
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    17.189,89
    +115,52 (+0,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    335,51
    -35,01 (-9,45%)
     
  • S&P500

    3.629,65
    -5,76 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    29.872,47
    -173,77 (-0,58%)
     
  • FTSE

    6.362,93
    -28,16 (-0,44%)
     
  • HANG SENG

    26.819,45
    +149,70 (+0,56%)
     
  • NIKKEI

    26.522,49
    -14,82 (-0,06%)
     
  • NASDAQ

    12.153,50
    +1,25 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3412
    +0,0013 (+0,02%)
     

Viagens rodoviárias em SP caíram 97% em junho

FILIPE OLIVEIRA E MARIANA GRAZINI
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Assim como aconteceu nos aeroportos, a quantidade de passageiros em viagens rodoviárias reguladas pela Artesp (Agência dos Transportes do Estado de SP) caiu pela metade (52,5%) no primeiro semestre de 2020, ante os seis meses iniciais do ano passado. O número de viagens recuou 46,6% no período afetado pela pandemia. Com o avanço do coronavírus para o interior do estado, a maior queda foi registrada em junho, quando foram transportados 100 mil passageiros, ante 3,3 milhões em 2019 (redução de 97%). Foram 9.322 viagens neste ano, enquanto 2019 registrou 134 mil.