Mercado fechado

Via reverte resultado e tem prejuízo no 3º tri, segura margem bruta em 31%

SÃO PAULO (Reuters) - A Via, dona das bandeiras Casas Bahia e Ponto, teve prejuízo de 135 milhões de reais no terceiro trimestre, revertendo resultado positivo de 101 milhões registrado no mesmo período do ano passado, segundo balanço divulgado nesta quinta-feira.

A companhia apurou uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 475 milhões de reais, queda de 29% na comparação anual.

A receita líquida caiu 4,6%, para 7 bilhões de reais, mas a companhia conseguiu manter a margem bruta no patamar de 31%.

O recuo na receita ocorreu com uma queda de 7,6% nas vendas totais incluindo o marketplace (GMV), para 10,2 bilhões de reais, em um trimestre que o presidente da companhia, Roberto Fulcherberguer, afirmou ter sido "mais desafiador do que prevíamos".

Mais cedo, a rival Americanas também publicou prejuízo para o terceiro trimestre, de mais de 200 milhões de reais, pressionada por queda de vendas em especial de eletrônicos, e após adotar estratégia mais conservadora para preservar rentabilidade.

Ambas as companhias reportaram maior fraqueza nas vendas digitais do trimestre passado, mas a Via informou no balanço que outubro "foi de crescimento nos canais online e offline e reforça nossa boa expectativa para o quarto trimestre".

A Via, cujos resultados nos últimos trimestres têm sido pressionados por despesas relacionadas a processos trabalhistas, afirmou que os gastos nessa área ficaram abaixo do esperado no trimestre passado.

A companhia registrou queda de 11% nos novos processos sobre um ano antes, queda de 33% nos pagamentos e redução da participação das ações mais caras. A saída de caixa foi de 259 milhões de reais e a empresa conseguiu monetizar no período créditos tributários de 401 milhões.