Mercado abrirá em 6 h 22 min
  • BOVESPA

    109.101,99
    +1.088,52 (+1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.508,35
    -314,88 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.841,10
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    38.856,04
    -2.999,27 (-7,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    917,43
    -77,83 (-7,82%)
     
  • S&P500

    4.482,73
    -50,03 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    34.715,39
    -313,26 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.742,22
    -210,13 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.376,87
    -396,06 (-1,43%)
     
  • NASDAQ

    14.653,00
    -188,00 (-1,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1362
    +0,0061 (+0,10%)
     

Viúva Negra | Pirataria custou US$ 600 milhões aos cofres da Disney

·2 min de leitura

A pirataria decorrente do lançamento simultâneo de Viúva Negra nos cinemas e no streaming custou aproximadamente US$ 600 milhões aos cofres da Disney. O valor é equivalente ao nível de cópias do filme baixadas da internet nas semanas seguintes à estreia em comparação com o valor adicional que era cobrado pela companhia para que mesmo os assinantes do Disney+ pudessem assistir ao filme.

A análise foi feita pelo Deadline a partir de dados obtidos pelo sistema Samba TV e revela um pouco dos motivos pelos quais a Disney optou por uma janela distante para chegada de seus lançamentos seguintes ao streaming. A estreia simultânea também fez de Viúva Negra o lançamento com maior queda na bilheteria da história do Universo Cinematográfico da Marvel, com uma redução de 68% nas vendas de ingressos na segunda semana após sua chegada.

Os danos podem ser ainda maiores do que a estimativa, já que também são limitados apenas ao mês de agosto de 2021.

De acordo com o levantamento, Viúva Negra teria sido baixado mais de 20 milhões de vezes apenas no mês de lançamento, o que leva ao prejuízo apontado pelo veículo, na multiplicação direta em relação aos US$ 30 cobrados pelo Premier Access internacionalmente — no Brasil, o preço era de R$ 69,90. O longa chegou a aparecer até na lista dos filmes mais pirateados de 2021 ao lado de outros grandes lançamentos como O Esquadrão Suicida e Godzilla Vs. Kong, que também tiveram chegada simultânea ao streaming.

O valor também é bem maior que o alegado em um processo movido contra a gigante pela atriz principal do longa, Scarlett Johansson, que citou perdas de US$ 50 milhões e quebra de contrato pela decisão da Disney de lançar Viúva Negra simultaneamente no streaming. As partes chegaram a um acordo em outubro de 2021 por um valor não-revelado (que seria de US$ 40 milhões) e confirmação de participação em novos projetos da empresa não necessariamente relacionados ao MCU.

Apesar dos prejuízos — e do posterior fim do Premier Access em prol de um intervalo entre o lançamento nos cinemas e no streaming —, o CEO Bob Capek, da Disney, elogiou a estratégia. Viúva Negra teria obtido US$ 379 milhões nas bilheterias de todo o mundo, com US$ 60 milhões adicionais por meio do Disney+; a ideia é que o longa foi visto por muito mais gente em relação a uma estreia exclusivamente nas telonas, principalmente devido ao momento pré-vacina e ainda com alta de casos de covid-19.

Prova disso é que, apesar da alteração nos planos em relação aos grandes blockbusters da Disney e do MCU, Chapek já disse que a Disney pretende realizar novos lançamentos simultâneos em 2022. Ele não disse quais nem deu datas, afirmando que a ideia, agora, é observar como será a retomada das pessoas aos cinemas antes de tomar decisões desse tipo para projetos futuros.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos