Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.716,66
    +869,48 (+2,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Viúva diz que amigos de MC Kevin inventaram que ela estava chegando para terem relações sexuais com modelo

·2 minuto de leitura

Em novo depoimento prestado ao delegado Leandro Gontijo de Siqueira Alves, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), Deolane Bezerra Santos afirmou acreditar que Victor Elias Fontenelle, o MC VK, e Jhonatas Augusto Cruz teriam induzido, não intencionalmente, o suicídio de seu noivo, o cantor Kevin Nascimento Bueno, o MC Kevin, na noite de 16 de maio. No depoimento de Deolane, ao qual o EXTRA teve acesso com exclusividade, a advogada afirmou que MC VK e Jhonatas — a quem se refere como aproveitadores e “sangue-sugas” do sucesso de MC Kevin — provavelmente queriam ter relações sexuais com Bianca, mas não tinham dinheiro para pagar pelo programa. Eles então, de acordo com a advogada, teriam inventado que ela estava chegando para que o funkeiro deixasse o quarto.

A advogada afirma que os amigos colocaram o funkeiro em “posição de medo irreal”, pelo risco de ser flagrado pela moça em traição com a modelo Bianca Dominguez. Eles teriam incitado o MC a sair pela varanda do quarto 502 de um hotel na orla da Zona Oeste, assumindo o risco pela morte do artista.

Deolane procurou a delegacia após o advogado Danilo Garcia de Andrade, que representa Bianca, informar que enviaria ao Ministério Público do Rio um documento com sete páginas e 115 itens que teriam sido lembrados pela modelo sobre o episódio. Segundo ele, teria havido uma briga “acalorada” e “com gestos bruscos” entre MC Kevin e MC VK pela possibilidade de a advogada, hospedada na suíte 1305, estar chegando. Os dois estariam em pé, indo para a varanda, e o desentendimento, garantiu o advogado, teria motivado o funkeiro a passar as pernas pelo parapeito.

Deolane afirma ainda que a discussão entre MC Kevin os dois amigos teria tido início porque o noivo pedira ao amigo para deixar o quarto, já que não queria participar de uma orgia com eles e Bianca. A advogada afirma que seu nome fora usado pelos rapazes e que, “no quadro de uso de drogas e álcool e de falta de cognição de Kevin”, o funkeiro pode ter tentado se esquivar transpondo as sacadas dos apartamentos 502 e 402, “vindo a perder seu apoio, gritar por socorro e cair”.

O delegado Leandro Gontijo irá comparar as mensagens, fotos e vídeos extraídos de três celulares apreendidos com as versões apresentadas por Bianca. Como na primeira ida à delegacia, em 17 de maio, a moça disse que, pouco antes da queda, mantinha relações sexuais com o funkeiro na varanda, e agora alega que o artista estava no cômodo discutindo com o MC VK, os dados contidos em aplicativos, redes sociais e mídias dos aparelhos poderão ajudar a definir os rumos da investigação:

— O caso vinha sendo tratado até então como um acidente. No entanto, uma das testemunhas agora aponta para a possibilidade de induzimento ao suicídio. Teremos então uma conclusão a partir das provas técnicas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos