Mercado fechado
  • BOVESPA

    93.952,40
    -2.629,76 (-2,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.987,86
    +186,49 (+0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    35,72
    -0,45 (-1,24%)
     
  • OURO

    1.878,80
    +10,80 (+0,58%)
     
  • BTC-USD

    13.681,05
    +134,07 (+0,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    265,42
    +1,78 (+0,68%)
     
  • S&P500

    3.269,96
    -40,15 (-1,21%)
     
  • DOW JONES

    26.501,60
    -157,51 (-0,59%)
     
  • FTSE

    5.577,27
    -4,48 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.107,42
    -479,18 (-1,95%)
     
  • NIKKEI

    22.977,13
    -354,81 (-1,52%)
     
  • NASDAQ

    11.089,00
    -253,75 (-2,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0584 (-0,87%)
     

Vettel dispara contra pilotos por problemas no Q1 e Leclerc diz que "dói mais" performance ruim em Monza

Adam Cooper
·2 minutos de leitura

Correndo em casa, a Ferrari teve a sua pior performance na temporada 2020 da Fórmula 1 até aqui. Charles Leclerc terminou em 13º enquanto Sebastian Vettel nem conseguiu passar ao Q2, largando em 17º amanhã. E para o monegasco, se a crise da Ferrari já não é fácil de enfrentar, ela dói ainda mais por ser em casa.

Essa é a primeira vez desde 1984 que nenhuma Ferrari largará no Top 10 do GP da Itália. Na ocasião, Michele Alboreto largou em 11º e René Arnoux em 14º, apesar do primeiro terminar a corrida em segundo.

Leia também:

Hamilton bate o recorde de Monza e faz a pole para o GP da Itália de F1 Hamilton celebra pole 94 e volta mais rápida da história da F1: "Fiz mudanças para a classificação e no final tudo funcionou" F1: Vettel e Leclerc dizem que carro "não é fácil" de guiar e se preparam para GP "difícil"

A corrida deste fim de semana em Monza vem imediatamente após uma corrida desapontadora em Spa, outra pista com características de alta velocidade e baixo downforce, onde os pilotos terminaram em 13º e 14º.

"No final, esperávamos um pouco mais deste fim de semana", disse Leclerc à Sky Sports F1. "Sabíamos que Spa e aqui seriam as duas piores pistas para nós, com outra provavelmente no fim do ano. É assim, difícil, porque você faz uma volta boa e acaba em 13º, a sensação não é boa".

"É assim no momento, e preciso extrair o máximo do carro na situação que estamos, e é isso que vou tentar fazer".

"Certamente, dói mais por ser em casa. Infelizmente, é a nossa realidade no momento. Precisamos trabalhar e, com sorte, em Mugello, que também é uma casa da Ferrari, estaremos um pouco melhor".

"Espero que a partir da próxima corrida possamos ver uma luz no fim do túnel, porque foram dois finais de semana muito difíceis para nós, e estamos testando com o carro. Não encontramos uma saída por enquanto, mas precisamos nos manter focados, motivados e os dias melhores virão".

Um frustrado Vettel teve sua última volta no Q1 comprometida por uma fila de carros que vinham lento antes de iniciar suas voltas.

"Não há motivo para um começar a ultrapassar o outro. Há um tempo mínimo, então todos tem que seguir isso. O momento que você começa a ultrapassar, causa problemas para os demais".

Q4: Confira toda a repercussão do treino de classificação para o GP da Itália de Fórmula 1

PODCAST: O que será da F1 no Brasil em 2021, sem Globo, pilotos e corrida?

 

Your browser does not support the audio element.