Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.735,01
    -3.050,99 (-2,75%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.020,05
    -278,15 (-0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,62
    -0,80 (-0,96%)
     
  • OURO

    1.783,70
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    63.002,66
    -3.002,88 (-4,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.490,38
    -44,27 (-2,88%)
     
  • S&P500

    4.549,78
    +13,59 (+0,30%)
     
  • DOW JONES

    35.603,08
    -6,26 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.190,30
    -32,80 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.381,25
    +3,75 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5767
    +0,0571 (+0,88%)
     

Versace e Fendi desfilam juntas na Semana da Moda de Milão, que marcou a volta da minissaia

·2 minuto de leitura

A Semana de Moda de Milão para a primavera/verão 2022 terminou nesta segunda-feira (27), evidenciando tendências sensuais com sutiãs e minissaias, e também uma surpresa e uma polêmica.

A surpresa ficou por conta do desfile duplo Fendi/Versace no domingo à noite - um segredo bem guardado por várias semanas.

O pequeno mundo da moda esperava uma colaboração, mas assistiu a uma verdadeira troca de papéis entre os diretores artísticos das duas marcas.

Donatella Versace concebeu uma coleção para a Fendi e Kim Jones criou uma coleção para a Versace. Cada um trabalhou com os códigos da outra marca para apresentar duas coleções denominadas "Fendace", que estarão nas lojas a partir da primavera de 2022.

A polêmica ficou por conta da sensação de uma volta à busca pela magreza e a juventude, que o setor parecia ter superado nos últimos anos, quando levou para as passarelas modelos mais cheias e de todas as idades.

Minissaias, sutiãs e biquínis, a grande tendência da próxima temporada, foram onipresentes nas passarelas com um impulso libertador do corpo e um desejo de celebração.

Os comentaristas se sensibilizaram com uma moda que será novamente acompanhada da angústia com os quilos a mais e inspirada na descontração das ruas.

- Sutiãs, biquínis e minissaias -

A próxima temporada primavera/verão terá que levar em conta a presença do sutiã ou do top do biquíni, usado sob roupas amplas e muito masculinas, como os blazers da Fendi, as jaquetas de couro da Prada e os amplos trenchcoats da Missoni.

Com Ferragamo ou Cavalli, o sutiã acompanhou calças amplas masculinas.

Tanto para a Dolce&Gabbana quanto para a Versace, a referência foi o início dos anos 2000, com tops de biquíni e roupas de banho que flertaram com a lingerie.

Depois de muitas temporadas caracterizadas pela tendência ao vestido inteiro ou às saias mais abaixo do joelho, agora volta o tempo das minissaias, apresentadas em diversos estilos que esbanjaram sensualidade e em diferentes materiais nos desfiles de Prada, Missoni, Cavalli, Ermanno Scervino e Francesca Liberatore.

Outra tendência da temporada é o vestido usado sobre as calças, o que parece contraditório com a minissaia. Foi o caso das peças apresentadas por Fendi, Ferragamo e Emporio Armani.

Quanto às estampas, predominaram as listras horizontais e verticais, presentes em muitas passarelas.

str/cm/bds/eg/dga/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos