Mercado fechará em 40 mins
  • BOVESPA

    111.009,16
    -2.421,38 (-2,13%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.645,17
    +80,90 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,46
    -2,41 (-3,06%)
     
  • OURO

    1.941,40
    -3,90 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    22.983,65
    -182,85 (-0,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    519,64
    +276,96 (+114,13%)
     
  • S&P500

    4.055,66
    -20,94 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.765,36
    -320,68 (-0,94%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    -10,59 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.127,25
    -24,75 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5590
    +0,0434 (+0,79%)
     

Versões globais de Moto G53 e G73 ganham possíveis especificações e imagens

A Motorola deve atualizar a sua linha global de smartphones com os Moto G53 e Moto G73 muito em breve, e novas imagens publicitárias vazadas mostram como deve ser o visual dos dispositivos. Além disso, prováveis fichas técnicas indicam que os aparelhos podem trazer mudanças em aspectos como desempenho, câmeras e mais.

Moto G73

Moto G73 deve trazer nova versão com 256 GB de armazenamento interno (Imagem: The Tech Outlook)
Moto G73 deve trazer nova versão com 256 GB de armazenamento interno (Imagem: The Tech Outlook)

O Moto G73 deve trazer o MediaTek Dimensity 930 como principal componente de desempenho, em vez do Helio G99 presente no Moto G72, seu antecessor direto. A plataforma do novo modelo foi apresentada no primeiro semestre do ano passado, e opera em frequências de 2,2 GHz, tendo como destaque a compatibilidade com redes 5G.

Assim como na geração passada, o smartphone deve ser vendido em versões com 6 GB ou 8 GB de RAM. Enquanto isso, o armazenamento interno pode ficar entre 128 GB ou 256 GB, com possibilidade de expansão via cartão micro SD de até 1 TB.

Seu conjunto de câmeras também deve ser renovado, com um novo sensor principal de 50 MP. Ele seria alinhado a uma ultrawide de 8 MP, e um componente de 16 MP é esperado na parte frontal.

O aparelho deve ter uma tela LCD de 6,5 polegadas e resolução Full HD+ de 2.400 x 1.080 pixels — este painel ainda deve oferecer suporte para taxas de atualização a 120 Hz.

A construção do Moto G73 deve abrigar uma bateria de 5.000 mAh, com suporte para recargas TurboPower de 30 W. Seu sistema operacional será o Android 13, com a interface MyUX típica da Motorola.

Moto G53

Moto G53 já teve versão chinesa apresentada (Imagem: The Tech Outlook)
Moto G53 já teve versão chinesa apresentada (Imagem: The Tech Outlook)

Por sua vez, o Moto G53 também deve ter seu processador alterado: trata-se do Snapdragon 480 Plus, chipset já visto em modelos como o Moto G51.

Ele pode ser vendido em versões mais básicas que o Moto G73, com 4 GB ou 6 GB de RAM. As opções de armazenamento interno ficarão entre 64 GB e 128 GB, sempre com suporte para expansão em até 1 TB.

Mais uma vez, um sensor de 50 MP deve liderar o conjunto de câmeras. Porém, neste caso ele pode ser acompanhado por um componente de 2 MP para macro, enquanto a frontal seria de 8 MP.

O Moto G53 também deve ter uma tela LCD de 6,5 polegadas, com suporte para taxas de atualização a 120 Hz. Porém, neste caso o painel teria resolução HD+ de 1.600 x 720 pixels.

No mais, sua bateria pode trazer a mesma capacidade de 5.000 mAh — porém, as recargas devem ser limitadas a 10 W. Ele rodará o Android 13 de fábrica, também com My UX.

Ainda não foi divulgada uma data específica para o lançamento dos dois aparelhos no mercado global, mas eles já apareceram em certificações diversas. O Moto G53, inclusive, já foi apresentado na China há alguns dias, então não deve demorar até que a Motorola se pronuncie oficialmente sobre eles.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: