Mercado fechado

Versão gratuita do Google Meet vai limitar chamadas em 1 hora

Diego Sousa
·2 minutos de leitura

A partir do dia 30 de setembro, a versão gratuita do Google Meet limitará as chamadas de vídeo para uma hora de duração. A iniciativa busca incentivar os usuários (e empresas) a assinarem o G Suite, que custa a partir de R$ 24,30 por mês e dá suporte para vários serviços da empresa, como Drive e apps de colaboração.

O Meet foi uma das principais ferramentas da empresa durante a pandemia de COVID-19, período marcado por apps de videoconferências que basicamente substituíram as reuniões pessoais devido às medidas de isolamento social e o fechamento de estabelecimentos.

Em abril deste ano, o Google disponibilizou uma versão gratuita do Meet com suporte para até 100 participantes na mesma conversa e limite de tempo de uma chamada de até 24 horas. Conforme anunciado pela empresa na ocasião, estas funções do Meet tinham validade para até 30 de setembro — e, infelizmente, este dia está chegando.

No entanto, o novo limite não é de todo ruim: o Zoom, seu principal concorrente, por exemplo, também tem uma versão gratuita com limite de tempo para chamadas, mas de apenas 40 minutos.

Alternativas

Caso suas reuniões sempre passem de uma hora de duração, saiba que existem diversas ferramentas de videoconferências que possibilitam chamadas mais duradouras, como o Facebook Messenger Rooms, FaceTime (para iPhone) ou o próprio WhatsApp.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: