Mercado fechará em 4 h 6 min

Versão global do Redmi 11A aparece em certificação

Depois de a versão chinesa do Redmi 11A ter aparecido na agência local TENAA, uma variante global do dispositivo foi encontrada no órgão regulamentador de Cingapura IMDA. A documentação revela alguns detalhes iniciais do dispositivo, como seu número de série.

O modelo é identificado por meio da sequência 22120RN86G, em que a letra “G” no final mostra que se trata da versão global. É um código igual aos vistos anteriormente: 22120RN86C para o mercado chinês, e 22120RN86I para o indiano.

Redmi 11A: o que esperar

Redmi 11A terá reposicionamento de câmeras traseiras (Imagem: TENAA)
Redmi 11A terá reposicionamento de câmeras traseiras (Imagem: TENAA)

Ainda não foram divulgadas especificações oficiais do Redmi 11A, mas as homologações revelaram as primeiras imagens do dispositivo. Ele terá algumas mudanças em seu visual, com um reposicionamento das lentes traseiras.

Porém, o aparelho deve permanecer com um módulo traseiro quadrado de quinas arredondadas. Um sensor de digitais também fica posicionado na seção, assim como ocorreu no Redmi 10A.

Espera-se que o modelo venha com um processador octa-core, que opera a frequências de até 2,0 GHz. O modelo exato da plataforma ainda não foi confirmado, mas a especificação bate com o MediaTek Helio G25 já presente no Redmi 10A.

Ademais, suas opções de configuração poderão ficar entre 2 GB e 8 GB de RAM, com armazenamento interno de 32 GB a 256 GB e possibilidade de expansão via cartão micro SD.

Sua tela deve ter tecnologia IPS LCD, com 6,7 polegadas e resolução HD+. Detalhes das câmeras não foram revelados, mas as imagens mostram que serão duas lentes traseiras.

A construção do Redmi 11A ainda deve abrigar uma bateria de 5.000 mAh — portanto, capacidade semelhante ao modelo anterior. O carregamento deve acontecer em potência limitada, por volta dos 10 W.

Ainda não foi divulgada uma data oficial para o anúncio do aparelho, mas o aparecimento em certificações indica que isto deve acontecer em algum momento das próximas semanas — algo reforçado pelo código do modelo, que indica lançamento em dezembro de 2022. Por se tratar de um smartphone básico, é provável que a Xiaomi realize a apresentação de forma discreta.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: