Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.662,07
    +939,33 (+2,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Versão avançada do G60, Moto G60S é homologado no Brasil

·2 minuto de leitura
Versão avançada do G60, Moto G60S é homologado no Brasil
Versão avançada do G60, Moto G60S é homologado no Brasil

A nova “temporada” de celulares Moto G deu a largada por aqui em março, com o lançamento dos G10, G30 e G100. Pouco depois vimos os G60, e também G20. Já são cinco da família no país, mas a Motorola não vai parar por aí: o provável Moto G60S foi homologado pela Anatel no Brasil, levantando indícios da sua disponibilidade para um futuro breve.

Mais memória RAM — só isso?

Com a nomenclatura de XT-2133, o aparelho tem o codinome “Lisbon” — do qual a indústria atribui ao Moto G60S no resto do mundo, e não deve ser diferente no Brasil. Não faz muito tempo que os primeiros detalhes dele surgiram: veríamos um celular com 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, com outros detalhes ainda não revelados. Nestes aspectos, ele tem 2 GB de RAM a mais que o primeiro modelo.

Como o sufixo “S” costuma representar pequenas melhorias em um dispositivo, fica o mistério envolvendo quais outros upgrades a Motorola deverá oferecer — já que aumentar memória a fabricante poderia ter feito sem mudar o nome do celular. O smartphone já lançado traz tela Full HD de 6,8 polegadas a 120Hz com suporte a HDR10, um chip Snapdragon 732G, bateria de 6000 mAh com recarga rápida de 20W, e câmera tripla traseira com sensor principal de 108 MP.

Preço previsto

Sem previsão de lançamento mesmo nos mercados internacionais, um vazamento contemplou que o dispositivo poderá ser vendido entre EUR 300 e EUR 320 na Europa (entre R$ 1.806 e R$ 1.927 em conversão direta hoje, 15/07). Por histórico, a Motorola não costuma “guardar” por muito tempo um celular após sua homologação via Anatel, e resta saber se com o Moto G60S será diferente no Brasil.

A documentação do modelo dá conta ainda de que o smartphone será fornecido não apenas com carregador, como também um fone de ouvido e capa de proteção. Vale lembrar, outro objetivo da empresa para 2021 parece ser o de trazer novamente a família Edge para a exposição — com ao menos três modelos.

Via Anatel e My Smart Price

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos