Mercado fechará em 3 h 56 min
  • BOVESPA

    118.663,30
    -983,10 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.355,91
    +230,20 (+0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,92
    -0,39 (-0,73%)
     
  • OURO

    1.863,00
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    31.183,46
    -2.318,64 (-6,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    621,29
    -58,61 (-8,62%)
     
  • S&P500

    3.851,48
    -0,37 (-0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.188,12
    -0,26 (-0,00%)
     
  • FTSE

    6.734,99
    -5,40 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    +285,48 (+0,96%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.319,75
    +25,50 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4898
    +0,0818 (+1,28%)
     

#Verificamos: Vídeo de pessoas comprando sapos em caçamba de caminhonete não foi gravado na China

Agência Lupa
·1 minuto de leitura
Reprodução

Circula nas redes sociais um vídeo com pessoas comprando sapos em uma caçamba de caminhonete. O texto afirma que as imagens foram feitas na China, após a “volta à normalidade” no país. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Reprodução
Reprodução

“Enquanto isso na China, tudo voltando a normalidade, até o carro do sapo já está passando em todas as ruas…”

Texto que acompanha vídeo publicado no Facebook que, até às 17h50 do dia 16 de dezembro de 2020, tinha sido compartilhado por mais de 12 mil pessoas.

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O vídeo não foi gravado na China, mas sim na Tailândia. No primeiro frame da gravação é possível ver que a placa da caminhonete é de Khon Kaen, uma província tailandesa. Os alfabetos usados nos dois países são completamente diferentes.

O vídeo tampouco tem qualquer relação com a “volta à normalidade” no pós-pandemia. A gravação já circulava na internet em 4 de abril de 2019 e, portanto, antecede o surto de Covid-19. O vírus só foi identificado em janeiro de 2020.

A Lupa identificou que o vídeo está sendo usado para a construção de diversas peças de desinformação há pelo menos sete meses, incluindo esta, esta e esta, que associou a cena aos peruanos.

Em maio, a AFP Singapura checou publicação semelhante.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés