Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.578,94
    +1.565,47 (+1,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.618,39
    -204,84 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,67 (-0,77%)
     
  • OURO

    1.840,80
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    42.878,21
    +954,51 (+2,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.018,73
    +23,47 (+2,36%)
     
  • S&P500

    4.532,13
    -0,63 (-0,01%)
     
  • DOW JONES

    35.063,31
    +34,66 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.059,75
    +26,25 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1286
    -0,0388 (-0,63%)
     

Vereador Gabriel Monteiro denuncia problemas em UPA e prefeitura diz que político entrou sem autorização

·1 min de leitura

O vereador Gabriel Monteiro (PSD) fez uma publicação nas redes sociais, na tarde desta quarta-feira, para denunciar a falta de médicos na UPA de Rocha Miranda, na Zona Norte do Rio. A unidade é a mesma em que pacientes descontentes impediram que uma médica deixasse o serviço ao fim do plantão, na segunda-feira.

De acordo com o político, nesta quarta-feira a UPA estava sem médicos para emergências. O vereador também escreveu em sua publicação que uma senhora havia morrido na unidade, e deu a entender que o motivo foi a falta de atendimento: "Uma senhora morreu aqui ainda agora, o único médico está na sala vermelha e amarela com os internados", escreveu ele.

A Secretaria municipal de Saúde afirmou, em nota, que "a paciente citada deu entrada na UPA já em óbito". Segundo a pasta, "o vereador Gabriel Monteiro, junto com sua equipe, entrou na UPA Rocha Miranda nesta quarta-feira (8) filmando pacientes e fotografando folhas de ponto de funcionários e de controle de entrada de veículos".

De acordo com a SMS, havia dois médicos realizando atendimento da unidade nesta quarta-feira, e todos os casos graves foram assistidos ao longo do dia de hoje. Ainda segundo a SMS, dois médicos da unidade estão afastados por síndrome gripal.

O vereador Gabriel Monteiro já foi investigado pelo Conselho de Ética da Câmara de Vereadores do Rio por ter feito fiscalizações em unidades de saúde sem autorização da prefeitura ou do Governo do estado. Em uma das ações, o parlamentar chegou a invadir um abrigo de menores em março acompanhado de muitos assessores e seguranças e provocando aglomeração.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos