Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.781,75
    +643,57 (+1,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

‘Verão da alegria’ de Biden é ofuscado por variante delta

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu um “verão da alegria” em 4 de julho ao declarar a independência do país da Covid-19. Três semanas depois, o clima de vitória evapora diante do aumento de casos da doença.

O maior número de infecções é resultado de pessoas ainda resistentes em tomar a vacina e da propagação da variante delta. Na terça-feira, o governo federal e empresas sinalizaram a vacinação obrigatória de funcionários e o retorno do uso de máscaras.

Essa mudança de cenário pode trazer de volta as restrições que muitos americanos esperavam que tivessem desaparecido para sempre, um amargo revés para Biden, que esperava derrotar a pandemia como a pedra angular da recuperação econômica do país.

Como a média contínua de sete dias de novas infecções se aproximou de 52 mil na terça-feira, mais de quatro vezes o nível visto há apenas três semanas, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças emitiram uma nova orientação recomendando que os americanos voltem a usar máscaras em locais públicos fechados em muitas partes do país, independentemente de estarem vacinados.

Há apenas dois meses, a agência havia dito que americanos vacinados poderiam dispensar as máscaras com segurança.

O rápido aumento do número de casos gera preocupação sobre a segurança das escolas, que devem começar a reabrir em menos de um mês, e se a economia sofrerá outro golpe caso os americanos retomem as práticas de distanciamento social.

O medo do coronavírus pode manter americanos longe de restaurantes, hotéis e bares, especialmente em áreas com alta transmissão, e levá-los a reconsiderar o trabalho presencial ou viagens.

Biden enfrenta riscos políticos significativos se os crescentes casos de Covid-19 mais uma vez afetarem o dia a dia dos americanos. O presidente dos EUA destacou a luta contra o vírus como sua conquista mais significativa, e sua resposta à pandemia até o momento é elogiada pelos cidadãos.

Quase dois terços dos americanos aprovam a abordagem de Biden para a pandemia, de acordo com pesquisa da CBS News/ YouGov divulgada na semana passada.

A reversão da orientação do CDC sobre o uso de máscaras pode ser difícil de ser aplicada, segundo Leana Wen, ex-comissária de saúde de Baltimore.

“O CDC cometeu um erro crítico em maio. Ao emitir uma orientação que levou ao fim prematuro da ordem de máscaras em ambientes fechados, deram a impressão de que a pandemia havia acabado. É muito difícil reverter isso”, disse.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos