Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.399,61
    -6.593,97 (-11,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Venezuelanos desesperados com grande banco que congelou poupança

·3 min de leitura
Venezuelanos se acorrentam em frente a banco BOD para pedir liberação de saques de poupança
Venezuelanos se acorrentam em frente a banco BOD para pedir liberação de saques de poupança

Alguns clientes venezuelanos do “Banco Occidental de Descuento” (BOD), um dos maiores do país, estão desesperados para sacar seu dinheiro depositado em poupança na instituição, que congelou saques em moedas estrangeiras.

O protesto pacífico dos clientes ocorreu na última quinta-feira (28), quando vários deles se acorrentaram na sede do banco em Maracaibo, na Venezuela.

O BOD é um dos principais bancos do país, sendo eleito o 5.º maior em 2019 e novamente ficando entre os dez maiores em 2020, com 3,2% da população tendo conta na instituição.

Venezuelanos desesperados com poupança em moeda estrangeira congelada por banco

Nos últimos anos, muito se falou em inflação na Venezuela, visto que o Bolívar perdeu um grande poder de compra, associado principalmente a derrocada do preço do petróleo no cenário internacional, o que pressionou a economia do país vizinho ao Brasil.

Com o registro de uma das maiores inflações dos últimos anos, parte da população venezuelana correu para a busca por proteções de patrimônio. Uma das saídas de parte dos venezuelanos foi a compra de moedas de outros países, que não sofrem tanto com a inflação.

Assim, entre os anos de 2012 a 2015, um dos maiores bancos da Venezuela, o BOD, vendeu por meio de leilões dólares para seus clientes. Essa prática levou parte dos clientes a “comprar” moedas estrangeiras como proteção de patrimônio, que seriam resgatadas por meio de certificados.

A poupança em uma moeda sólida, contudo, agora é mais uma dor de cabeça, visto que os clientes acusam o BOD de congelar suas contas e não permitir o resgate de seu patrimônio na moeda dos Estados Unidos.

Na última quinta, muitos venezuelanos desesperados se acorrentaram na sede do banco, segundo informações compartilhadas pelo Termómetro Nacional.

“Pessoas doentes precisam do dinheiro”

Em um vídeo gravado pelos protestantes na sede do BOD, a porta-voz dos protestos identificou haver pessoas doentes precisando do dinheiro preso no banco. Muitos estão em uma situação delicada, uma delas é até uma idosa que aparece no vídeo.

Com a reserva em Dólar, cerca de 16 mil famílias estão passando pela situação de não ter acesso ao “seu dinheiro”. Isso mostra que o patrimônio depositado em uma instituição corre riscos, sentido na pele por venezuelanos já afetados pela alta inflação de seu país.

Muitos afirmaram que vão continuar com os protestos até que a situação seja resolvida. Publicamente, o BOD não comentou os protestos, mas publicou uma campanha pelo Twitter afirmando que depósitos em moedas estrangeiras na instituição são garantidos aos clientes.

“Facilitamos o processamento de suas operações em moeda estrangeira, realizado através da mesa de câmbio BOD. Solicite eletronicamente a compra de dólares e euros”.

Vale lembrar que a Venezuela é um país que viu sua população correr para o Bitcoin como reserva de valor, sendo que muitos dependem da mineração no país agora. Assim, com bancos nacionais mostrando problemas, a moeda digital ganha mais relevância para os poupadores analisarem onde colocam seu patrimônio.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos