Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.496,21
    -2.316,66 (-2,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.463,26
    -266,54 (-0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,91
    -0,59 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.760,30
    -10,90 (-0,62%)
     
  • BTC-USD

    20.941,42
    -2.381,59 (-10,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    504,88
    -36,72 (-6,78%)
     
  • S&P500

    4.228,48
    -55,26 (-1,29%)
     
  • DOW JONES

    33.706,74
    -292,30 (-0,86%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,81 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.250,00
    -273,25 (-2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1885
    -0,0253 (-0,49%)
     

Vendidos em Treasuries recuam com temores de recessão

(Bloomberg) -- Pela primeira vez em mais de um ano, os pessimistas no mercado de títulos do Tesouro americano posicionados para um salto nos rendimentos deixaram de ser maioria, segundo uma pesquisa do JPMorgan junto aos clientes.

O levantamento mostrou um colapso durante a última semana da proporção de participantes do mercado que apostam em yields mais altos. Eles agora empatam com os que apostam em taxas mais baixas, após este último grupo ter aumentado. Uma parcela ainda maior está relutante em tomar uma posição em meio à turbulência do mercado.

A mudança - durante a semana até 27 de junho - ocorreu quando o sentimento de baixa no mercado de títulos mostrou sinais de chegar a um limite com os temores crescentes de recessão.

A recente liquidação dos Treasuries elevou o rendimento de 10 anos para quase 3,5% no início deste mês, mas desde então recuou significativamente. A taxa testou brevemente uma mínima de 3% na semana passada, enquanto o rendimento de dois anos, sensível à política monetária, caiu abaixo de 2,9%, com operadores reduzindo suas estimativas de pico para a taxa básica de juros do Federal Reserve no próximo ano.

A pesquisa do JPMorgan junto aos clientes mostrou que a proporção dos que estavam comprados em títulos do Tesouro aumentou seis pontos percentuais para 17%, o nível mais alto desde julho de 2021. As posições vendidas, por outro lado, caíram 11 pontos percentuais para 17% em meio ao rali dos títulos. Isso deixou a posição líquida de clientes em equilíbrio, após ficarem vendidos desde março de 2021.

Os rendimentos dos Treasuries subiram esta semana à medida que o mercado aguarda os principais dados de inflação e espera que o banco central americano aumente juros em mais 0,75 ponto percentual no próximo mês.

Desde janeiro, o rendimento de 10 anos mais que dobrou de 1,5% e os investidores com disposição de longo prazo, incluindo compradores importantes como o Japão, ficaram à margem, esperando por clareza nas políticas econômicas e na trajetória do Fed. O recente aumento nos rendimentos de referência para quase 3,5% nas notas de dois a 10 anos é visto como um ponto de entrada atraente para alguns investidores.

“Agora é uma boa hora para adquirir Treasuries de 10 anos depois que os rendimentos subiram muito e você tem um rendimento real positivo, disse o gerente de portfólio da Vanguard, John Madziyire. “Ele fornece renda e proteção contra o risco de uma recessão que está crescendo à medida que o Fed continua seu aperto.”

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos