Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,29
    +0,21 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.779,10
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    33.472,45
    +1,39 (+0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    804,53
    -5,66 (-0,70%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.817,07
    +507,31 (+1,79%)
     
  • NIKKEI

    28.845,06
    -29,83 (-0,10%)
     
  • NASDAQ

    14.293,75
    +30,75 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9289
    +0,0004 (+0,01%)
     

Vendas de vacinas contra Covid podem render até US$ 190 bilhões

·3 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Fabricantes de vacinas contra a Covid-19 devem gerar até US$ 190 bilhões em vendas neste ano se atingirem as metas de produção, sendo que duas empresas chinesas responderão por pelo menos 25% da receita.

A estimativa da Airfinity lança luz sobre como nove empresas, incluindo as americanas Pfizer e Moderna, juntamente com as chinesas Sinovac Biotech e Sinopharm, dividirão a participação no mercado de vacinas contra a Covid. Restrições e menor produção podem reduzir as vendas finais de 2021 para a faixa acima de US$ 115 bilhões, segundo a empresa de pesquisa.

Desenvolvidos em tempo recorde e muitas vezes com forte apoio de fundos públicos, os imunizantes ajudam a salvar vidas, reabrir sociedades e evitar trilhões de dólares em custos econômicos. O acesso às doses para muitos países de baixa renda, no entanto, continua difícil, em parte por causa dos custos e concentração de vacinas em nações mais ricas.

“Este era um mercado que não existia há um ano”, disse Rasmus Bech Hansen, CEO da Airfinity, em entrevista. “São números muito significativos e é também por isso que nem todos os países conseguiram garantir os suprimentos necessários; porque requer um investimento considerável para vacinar toda a população.”

Intervalo

As previsões de receita dependem do preço e se as empresas atingem as metas de produção e entrega, onde algumas já enfrentaram desafios. A produção real de 2021 pode ser até 42% menor do que os níveis previstos pelas farmacêuticas, o que colocaria a receita em apenas US$ 97 bilhões, disseram os pesquisadores.

A Novavax, por exemplo, projetou aumentar a capacidade de fabricação para mais de 2 bilhões doses este ano; a Airfinity estima pouco mais de 400 milhões de doses da vacina, que ainda não foi liberada para uso emergencial. A empresa espera ter capacidade para fabricar 100 milhões de doses por mês até o final do terceiro trimestre e chegar a 150 milhões de doses mensais até o quarto trimestre.

“Ainda esperamos atingir uma taxa de execução de aproximadamente 2 bilhões de doses por ano até o fim de 2021 e ao longo de 2022”, disse uma porta-voz por e-mail.

A China tem um papel de peso na imunização mundial, pelo menos por enquanto, tendo enviado mais doses para o exterior do que todas as outras nações combinadas, enquanto a Índia enfrenta uma nova onda de Covid que interrompeu as exportações de vacinas. A Sinovac pode faturar até US$ 25 bilhões, e a Sinopharm até US$ 23 bilhões, com cada uma atraindo pelo menos US$ 16 bilhões, mostram os dados. As vendas indicam que a China vê oportunidade de ganhar vantagem comercial, além do peso geopolítico.

A falta de detalhes nos contratos dificulta prever as vendas, pois fabricantes de medicamentos frequentemente usam modelos de preços com base nos níveis de renda dos países.

Pfizer e Moderna podem responder por até US$ 44 bilhões e US$ 32 bilhões, respectivamente, embora os números devam ser menores. A Pfizer tem previsão de vendas de US$ 26 bilhões este ano para sua vacina desenvolvida com a BioNTech, enquanto a Moderna calcula receita de cerca de US$ 19 bilhões.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos