Mercado abrirá em 4 h 54 min
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,08
    -0,07 (-0,10%)
     
  • OURO

    1.816,40
    +1,90 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    38.763,59
    +979,43 (+2,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    960,46
    +33,70 (+3,64%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.117,03
    -6,83 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    26.224,88
    -201,67 (-0,76%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.093,00
    +19,50 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1463
    +0,0280 (+0,46%)
     

Vendas de supermercados do Brasil crescem 5,78% em outubro, diz Abras

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas dos supermercados no Brasil em outubro cresceram 5,78% ante mesmo período de 2018 e 4,3% sobre setembro, informou nesta quarta-feira a entidade que representa a indústria, Abras, citando dados deflacionados.

De janeiro a outubro, o setor supermercadista apresentou crescimento real de 3,48% na comparação anual.

De acordo com o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, o consumo das famílias acelerou a partir do segundo semestre, principalmente pelo aumento do crédito à pessoa física, impulsionado pela liberação dos saques do FGTS e do PIS/Pasep, além da queda de juros e a recuperação do mercado de trabalho.

"No mês, também tivemos o Dia da Criança, que impulsiona a venda de doces e brinquedos", acrescentou, em nota.

Sanzovo destacou ainda que o resultado no acumulado do ano já sinaliza que o fechamento de vendas de 2019 deverá superar a projeção inicial do setor supermercadista. A projeção da Abras para o ano é de crescimento de 3%.

"Mesmo chegando ao terceiro mês consecutivo com resultados acima da nossa meta, optamos por não fazer uma nova revisão oficial. Mas estamos otimistas em relação ao encerramento do ano, que ainda se somará aos resultados da Black Friday e das compras de Natal e Réveillon."

(Por Paula Arend Laier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos