Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.909,03
    -129,08 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.867,15
    +618,13 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,60
    -0,32 (-0,49%)
     
  • OURO

    1.838,10
    +0,50 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    55.665,58
    -3.275,58 (-5,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.465,86
    -95,43 (-6,11%)
     
  • S&P500

    4.188,43
    -44,17 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    34.742,82
    -34,94 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.123,68
    -6,03 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    28.009,56
    -586,10 (-2,05%)
     
  • NIKKEI

    28.837,24
    -681,10 (-2,31%)
     
  • NASDAQ

    13.188,25
    -168,50 (-1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3611
    +0,0209 (+0,33%)
     

Vendas no varejo da zona do euro sobem mais que o esperado em fevereiro

·1 minuto de leitura
Loja em Roma

BRUXELAS (Reuters) - As vendas no varejo da zona do euro foram mais fortes do que o esperado em fevereiro, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, uma vez que alguns países relaxaram suas restrições contra a pandemia de Covid-19 antes de apertá-las de novo em março.

A agência de estatísticas da União Europeia informou que as vendas varejistas nos 19 países que usam o euro subiram 3,0% na comparação mensal em fevereiro, com queda anual de 2,9%.

Economistas consultados pela Reuters esperavam alta mensal de 1,5% e recuo anual de 5,4%.

"A grande questão é se os consumidores da zona do euro estão dispostos a consumir quando a economia reabrir", disse Bert Colijn, economista do banco ING. "Com uma poupança involuntária acumulada ao longo do ano passado, existe um potencial significativo para recuperação."

(Reportagem de Jan Strupczewski)