Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.123,85
    -3.459,16 (-3,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.925,52
    -673,01 (-1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,50
    -0,79 (-1,05%)
     
  • OURO

    1.734,50
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    41.673,05
    -522,39 (-1,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.027,85
    -29,29 (-2,77%)
     
  • S&P500

    4.352,63
    -90,48 (-2,04%)
     
  • DOW JONES

    34.299,99
    -569,38 (-1,63%)
     
  • FTSE

    7.028,10
    -35,30 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    24.500,39
    +291,61 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    29.570,29
    -613,67 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    14.828,75
    +64,00 (+0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3409
    -0,0017 (-0,03%)
     

Vendas no varejo brasileiro crescem 7,2% em julho, segundo ICVA

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas no varejo brasileiro cresceram 7,2% em julho frente ao mesmo período de 2020, conforme dados que descontam a inflação, mostrou nesta terça-feira o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), que monitora mensalmente 1,3 milhão de varejistas credenciados à empresa de meios de pagamentos.

Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, houve aumento de 21,6%. Efeitos de calendário novamente beneficiaram o resultado de julho deste ano. Os números, contudo, mostram desaceleração na base mensal, após expansão real de 9,5% e alta nominal de 23,3% em junho.

De acordo com o chefe de Inteligência da Cielo, Pedro Lippi, o patamar de faturamento do varejo continua, em termos nominais, próximo ao observado no período pré-pandemia. "No entanto, esse crescimento está associado ao aumento da inflação no período", destacou.

Desconsiderando esse efeito, acrescentou, o varejo ainda está cerca de 14% abaixo do patamar observado em 2019.

(Por Paula Arend Laier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos