Mercado abrirá em 8 h 19 min
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,39
    +0,09 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.776,60
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    34.713,78
    +2.162,31 (+6,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    835,19
    +48,58 (+6,18%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    29.210,31
    +327,85 (+1,14%)
     
  • NIKKEI

    29.098,91
    +223,68 (+0,77%)
     
  • NASDAQ

    14.360,00
    +5,75 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8669
    +0,0046 (+0,08%)
     

Vendas no varejo ampliado devem cair 4,89% no quarto trimestre

·1 minuto de leitura

As vendas do varejo ampliado devem cair 4,89% entre o terceiro e quarto trimestre do ano, de acordo com projeções da pesquisa Intenção de Compra, do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR). No ano, as vendas desse segmento, que incluem material de construção e automóveis, devem registrar uma retração de 9,35% na comparação com o mesmo período de 2019.

Segundo o economista e presidente do IBEVAR, Claudio Felisoni de Angelo, o que explica esse resultado são fatores como o aumento do desemprego, queda da massa real de pagamentos e incerteza em relação ao futuro imediato.

“Embora o resultado global seja de uma retração significativa das vendas, há registro de aumentos em alguns setores. Por outro lado, não se pode deixar de assinalar que o recuo estimado é menor do que aquele previsto até o final do terceiro trimestre, queda de 9% em 2020", explicou.

Quando analisados os segmentos, o que deve apresentar maior queda entre o terceiro e quatro trimestre é o de outros artigos de uso pessoal e doméstico (-6,34%), seguido de livros, jornais revistas e papelaria (-4,77%), tecidos, vestuário e calçados (-4,11%), automóveis, motos, partes e peças (-3,39%).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos