Mercado fechará em 7 mins

Vendas na capital paulista recuam 67% em maio, diz ACSP

Arícia Martins

Segundo o levantamento, as vendas a prazo diminuíram 57,5% na comparação anual, enquanto as comercializações à vista recuaram 76,4% Com a quarentena na capital paulista, as vendas no varejo da cidade caíram 67% em maio, na comparação com igual mês de 2019. A medição, feita a partir de dados da Boa Vista Serviços, foi divulgada hoje pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Segundo o levantamento, as vendas a prazo diminuíram 57,5% na comparação anual, enquanto as comercializações à vista recuaram 76,4%. “Se por um lado a boa notícia é que as medidas restritivas de isolamento social contribuíram para diminuir os níveis de contágio pelo novo coronavírus, de outro elas também ajudaram a derrubar as vendas do varejo não essencial”, afirmou a ACSP.

Em relação a abril, o movimento nas lojas de São Paulo avançou 5%, na comparação sem ajuste sazonal. De acordo com a entidade, a alta é comum no período, devido ao Dia das Mães. Mas o tombo ante maio do ano passado foi “brutal”, disse Marcel Solimeo, economista da associação.

“E agora, com o início da flexibilização, as lojas estão tentando pôr a cabeça para fora para faturar um pouco no Dia dos Namorados. Mas no ritmo que está, com o aumento do desemprego e a queda na renda, talvez nem isso”, comentou.