Vendas mundiais de carros alcançarão recorde de 64,7 milhões unidades em 2013

Toronto (Canadá), 27 dez (EFE).- As vendas mundiais de automóveis alcançarão o número recorde de 64,7 milhões de unidades em 2013 graças à recuperação do mercado americano e à progressão da China, segundo um relatório divulgado nesta quinta-feira.

O relatório de Carlos Gomes, analista do setor de automóvel do banco canadense Scotiabank, assinala que no próximo ano as vendas aumentarão 4% em comparação com as deste ano e alcançarão números recordes pelo quarto ano consecutivo.

A previsão é que as vendas de 2012 se situem em 62 milhões de unidades.

O mercado com mais vendas em 2013 seguirá sendo a Ásia com 25,7 milhões de unidades, quase 1,5 milhões de unidades a mais que o previsto para 2012.

O continente asiático, com China e Índia à frente, superou pela primeira vez em 2010 em vendas a América do Norte, o principal mercado até esse momento, e manteve a liderança desde então.

Na América do Norte (Estados Unidos, Canadá e México), as vendas para o ano que vem serão de 17,7 milhões de unidades, seu melhor resultado desde a crise de 2008-2009.

Na Europa Ocidental, a crise econômica manterá as vendas de automóveis sem mudanças em relação a 2012, 11,65 milhões de unidades.

Na Europa Oriental, as vendas aumentarão de 4,37 milhões de veículos a 4,63 milhões graças principalmente à fortaleza do mercado russo, onde se concentrará a venda de 3,2 milhões de unidades.

Na América do Sul, as vendas também aumentarão em 2013 ao passar de 4,77 milhões para 5,03 milhões de unidades, crescimento impulsionado pelo mercado brasileiro, onde as vendas crescerão de 2,86 milhões em 2012 para 3 milhões em 2013.

Gomes comentou que as vendas mundiais de veículos estarão impulsionadas por um forte crescimento do emprego nos países em desenvolvimento, baixas taxas de juros em níveis recorde e a recente aceleração no ritmo da expansão monetária no mundo todo. EFE

Carregando...