Vendas de implementos rodoviários reagem em outubro

As vendas de máquinas do setor de implementos rodoviários caíram 16,45% neste ano até outubro em comparação com o mesmo período de 2011, de 159.016 para 132.860 unidades. Apesar do resultado negativo, o setor diminuiu as perdas nas vendas em relação ao resultado acumulado no ano até setembro, que apontava 16,92% de queda. As vendas de outubro, quando foram comercializadas 13.463 unidades, foram 27,7% superiores em relação às 10.544 unidades de setembro.

Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), a melhora no cenário ocorre por conta da redução de 5,5% para 2,5% ao ano da taxa de juros do programa de financiamento para investimentos PSI-Finame, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). "As vendas na indústria de implementos rodoviários são bastante dependentes do financiamento público, através do Finame e a mudança de fato já traz os primeiros efeitos positivos", informou Alcides Braga, presidente da Anfir.

No segmento de implementos pesados (reboque e semirreboque), a queda nas vendas no acumulado de 2012 até outubro sobre o mesmo período de 2011 atingiu 14,18%, para 42.785 unidades. No segmento de implementos leves (carroceria sobre chassis), as perdas nas vendas chegaram a 17,48%, no acumulado até outubro, ante mesmo período de 2011.

Já as exportações apresentam resultado positivo em 2012, com alta de 10% entre janeiro e outubro, sobre igual período de 2011, para 3,9 mil unidades.

Carregando...