Mercado abrirá em 8 h 15 min
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,35 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,89
    +0,25 (+0,35%)
     
  • OURO

    1.773,60
    +4,60 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    33.827,77
    -2.024,27 (-5,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    837,62
    -102,32 (-10,89%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,32 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.413,42
    -387,85 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.901,14
    -1.062,94 (-3,67%)
     
  • NASDAQ

    14.000,75
    -34,25 (-0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0026
    -0,0335 (-0,55%)
     

Vendas da Nokia crescem pela primeira vez desde 2019

·2 minuto de leitura
Vendas da Nokia crescem pela primeira vez desde 2019
Vendas da Nokia crescem pela primeira vez desde 2019

Na mesma época em que a LG anunciou o fim de sua linha de celulares, a Nokia, uma das primeiras grandes fabricantes, viu suas vendas crescerem pela primeira vez desde 2019. A marca, que hoje pertence a HMD Global, perdeu uma parcela considerável do mercado na última década e agora começa a dar sinais de recuperação.

De acordo com a Counterpoint Research, no primeiro trimestre de 2021, a Nokia registrou vendas de 2 milhões de smartphones. Isso representa um aumento de quase 18% em relação ao mesmo período do ano passado, em que 1,7 milhão de aparelhos foram comercializados pela empresa.

Os números parecem ser consequência de uma expansão das atividades da marca em países da África e em parte da Europa. Apesar disso, a empresa ainda está longe das primeiras posições. Hoje a HDM Global ocupa o 18º lugar no ranking das maiores fabricantes de smartphones do mundo, ano passado a companhia estava na 17º colocação. No entanto, em 2018, a Nokia era a oitava.

Além dos smartphones, a Nokia também vendeu 11 milhões de feature phones (modelos com teclado físico não smart), contra 8,6 milhões do ano passado. No entanto, esses aparelhos não ficam no mesmo ranking citado a cima.

Montagem com os novos seis celulares da Nokia, incluindo a série G com os G10 e G20
Montagem com os novos seis celulares da Nokia, incluindo a série G com os G10 e G20

Modelos da linha Nokia G

A tendência é que o cenário seja ainda mais positivo para as vendas da Nokia durante 2021. Isso porque os números divulgados foram marcados antes da empresa divulgar sua linha de aparelhos atualizada, com novos modelos Nokia C, Nokia G e Nokia X.

O objetivo é que os novos lançamentos impactem nos números do segundo semestre deste ano. Em 2020, a Nokia vendeu 1,4 milhão de smartphones na segunda metade do ano. A ideia é que esse número seja ultrapassado com folga em 2021.

A perspectiva do aumento de vendas da Nokia é levado em conta considerando que, esse ano, a empresa já apresentou os novos: Nokia C10, Nokia C20, Nokia G10, Nokia G20, Nokia X10 e Nokia X20. Além disso, são esperados novos aparelhos dessas linhas para o segundo semestre.

Via PhoneArena

Imagem: Sitthiphong/iStock

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos