Mercado abrirá em 5 h 13 min

Vendas de combustíveis do ciclo Otto têm menor queda mensal do ano, diz Unica

·2 minuto de leitura
Posto de combustíveis em São Paulo
Posto de combustíveis em São Paulo

SÃO PAULO (Reuters) - O consumo de combustíveis pela frota de veículos leves do Brasil registrou em setembro a menor retração mensal na comparação com 2019 desde o início da pandemia de coronavírus, disse nesta quarta-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

Segundo dados preliminares da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilados pela entidade sucroalcooleira, o consumo de combustíveis do ciclo Otto (gasolina e etanol) atingiu 4,32 bilhões de litros no mês passado, queda de 1,9% na comparação com igual período do ano anterior.

O resultado indica ainda avanço de 7,2% em relação ao mês anterior, disse a Unica, que vê uma "significativa recuperação nas vendas de combustíveis desde o início das medidas de isolamento social" relacionadas à pandemia.

As vendas de gasolina C (com mistura de etanol anidro) tiveram aumento de 1,2% no ano a ano e de 6,6% ante agosto, uma "forte retomada", destacou a entidade. Já o consumo de etanol hidratado registrou avanço de 8,7% frente a agosto, atingindo 1,7 bilhão de litros.

No acumulado deste ano, porém, a comercialização do ciclo Otto continua abaixo da verificada na mesma etapa de 2019, com quedas de 16% para o etanol e 9,1% para a gasolina.

"Mesmo com a recuperação da demanda no mês de setembro, a queda acumulada ao longo do ano ainda é significativa. O setor continua com estoques superiores aos registrados no mesmo período da safra passada, o que garante uma oferta adequada e o pleno abastecimento da demanda", disse em nota o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

As vendas de etanol somaram 13,74 bilhões de litros nos nove primeiros meses de 2020, o que a Unica destacou como "a segunda maior demanda de hidratado na série histórica para o período de janeiro a setembro" mesmo diante do choque representado pela pandemia. O consumo de gasolina totaliza 25,49 bilhões de litros no período.

DIESEL

Combustível mais utilizado no Brasil, o diesel registrou comercialização de 5,24 bilhões de litros em setembro, alta de 7,1% ante mesmo mês do ano passado, ainda segundo os dados da ANP compilados pela Unica.

"A retomada das vendas de combustíveis também pode ser observada no consumo de diesel", acrescentou a entidade, afirmando que no acumulado de 2020 o diesel totaliza 42,3 bilhões de litros, "volume apenas 1,0% inferior às vendas do mesmo período do ano passado".

(Por Gabriel Araujo)