Vendas do comércio no varejo brasileiro cresceram 8,5% em setembro

Rio de Janeiro, 13 nov (EFE).- As vendas do comércio no varejo brasileiro cresceram 8,5% em setembro em volume com relação ao mesmo mês de 2011, informou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Nos primeiros nove meses do ano as vendas acumularam um crescimento de 8,9% frente ao mesmo período de 2011, acrescentou o organismo.

Da mesma forma, as vendas dos últimos 12 meses até setembro subiram 8,1% em relação às registradas entre outubro de 2010 e setembro de 2011.

Os números refletem uma recuperação do comércio no varejo, cujas vendas só cresceram 6,7% em volume em 2011, após ter se expandido 10,9% em 2010.

Em comparação com agosto, as vendas de setembro subiram 0,3%, o quarto aumento seguido nesta comparação.

Dos dez segmentos analisados, oito aumentaram as vendas em setembro em relação ao mesmo mês do ano passado.

Os segmentos que mais venderam foram os de combustíveis e lubrificantes (10,9%), artigos de uso pessoal e doméstico (9,9%), alimentos e bebidas (9,4%) e artigos farmacêuticos e médicos (8,1%).

Os dois setores que registraram uma queda em seu volume de vendas foram os de equipamentos e material para escritório e informática (0,6%), e veículos e autopeças (9,5%).

Segundo o IBGE, o aumento do consumo foi impulsionado principalmente pelos alimentos e bebidas, cujas vendas cresceram em elevados índices tanto em setembro como no acumulado do ano apesar de seus preços subiram mais do que os de outros produtos.

"Esta variação positiva (nas vendas de alimentos) obedece entre outros fatores ao crescimento da massa da renda", informou o IBGE ao se referir à queda do desemprego e ao aumento da renda dos trabalhadores.

O crescimento do consumo interno foi o que ajudou a economia brasileira a crescer 2,7% no ano passado, apesar da crise internacional, que reduziu a demanda externa. EFE

Carregando...