Mercado fechado

Vendas de cimento têm alta anual de 3% em maio, diz sindicato do setor

Chiara Quintão

Obras imobiliárias informais, medidas de auxílio emergencial tomadas pelo governo e uso da poupança para reformas explicam desempenho, segundo Snic As vendas de cimento cresceram 3% em maio, na comparação anual, para 4,8 milhões de toneladas, segundo levantamento do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (Snic).

A continuidade das obras imobiliárias informais, as medidas de auxílio emergencial tomadas pelo governo e o uso da poupança para reformas explicam esse desempenho, de acordo com o Snic. O tempo seco também contribuiu para a melhora das vendas.

Por dia útil, houve expansão de 9,7% do volume comercializado, em maio, para 212 mil toneladas.

Em nota, o presidente do Snic, Paulo Camillo Penna, ressaltou que o mercado imobiliário residencial tem sustentado as vendas do insumo e que é preciso diversificar os consumidores, principalmente pela retomada das obras de infraestrutura.

No acumulado de janeiro a maio, foi registrada leve queda de 0,3% ante os cinco primeiros meses de 2019, para 21,7 milhões de toneladas. O setor vendeu 54,575 milhões de toneladas de junho de 2019 a maio de 2020.

Pixabay