Vendas de chocolate em 2013 subirão, avalia indústria

A indústria de chocolate está otimista em relação ao crescimento das vendas de ovos de Páscoa e artigos relacionados ao período em 2013, segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), Getúlio Ursulino Netto. A Abicab não divulga uma projeção de vendas, mas as empresas associadas estimam um acréscimo no faturamento de aproximadamente 30%, na média, em relação a 2012.

Os pedidos ao varejo devem começar a ser entregues daqui a 15 dias. "A partir da quarta-feira de Cinzas a indústria começará a abastecer os mais de 800 mil pontos de venda pelo Brasil. Esse é nosso principal momento, equivalente ao 13º mês em movimento e produção", observa o vice-presidente da Abicab, Ubiracy Fonseca.

Ele conta que embora o balanço do ano passado não tenha sido fechado o setor estima ter havido estabilidade em relação a 2011. "Em linha com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 1%. Foi um desempenho modesto, mas estamos otimistas para este ano", disse.

No ano passado, o setor produziu 18 mil toneladas de produtos, com 80 milhões de ovos de Páscoa. Dados da Abicab mostram que, atualmente, o consumo per capita de chocolate no Brasil é de 2,2 quilos por ano. Há três anos era de 1,65 quilo. "O aumento foi motivado pelo crescimento da renda da população, que passou a incluir esse produto na cesta de compras", avalia Fonseca.

Para atender a demanda da Páscoa 2013 as indústrias chocolateiras, que desde o segundo semestre de 2012 vêm preparando produtos para abastecer o varejo nas próximas semanas, abriram 20 mil vagas de emprego temporário.

Carregando...