Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.570,47
    -15,28 (-0,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Venda de veículos tem queda na comparação entre setembro e outubro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A venda de veículos leves e pesados fechou outubro com queda de 6,7% na comparação com setembro. Foram emplacadas 180,9 mil unidades no último mês, segundo dados baseados no Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores).

Em relação a outubro de 2021, houve alta de 11,4%, número que confirma a recuperação do setor neste segundo semestre. Contudo não será fácil atingir crescimento neste ano, apesar das previsões da Anfavea (associação das montadoras).

A entidade tem mantido a projeção feita em julho e acredita que será possível avançar 1% em vendas na comparação ao ano passado.

Até agora, os 1,68 milhão de veículos emplacados no acumulado do ano representam uma queda de 3,2% na comparação com o mesmo período de 2021.

A Anfavea mantém a esperança de que, passado o período eleitoral, os meses de novembro e dezembro registrem resultados vultosos e garantam o crescimento. Mas há a Copa do Mundo no meio do caminho, além das dificuldades geradas pelo crédito caro.

Segundo a consultoria Bright, especializada no setor automotivo, Minas Gerais segue se destacando no mercado nacional. Em outubro, o estado respondeu por 27% da comercialização de veículos leves no país.

A explicação, de acordo com a consultoria, está no ritmo acelerado das vendas diretas. A locadora Localiza, por exemplo, tem sede em Belo Horizonte.

O carro mais vendido do último mês foi o hatch compacto Hyundai HB20. O modelo, que é produzido em Piracicaba (interior de São Paulo), teve 9.066 unidades emplacadas em outubro, segundo cálculo divulgado pela consultoria Jato Dynamics. Em seguida aparecem Chevrolet Tracker (8.496) e Fiat Strada (8.046).

Os dados de produção serão divulgados pela Anfavea na terça (8), durante a edição 2022 da Fenatran. A principal feira nacional do setor de transporte vai exibir os caminhões e os ônibus que começam a chegar ao mercado.

A nova leva de produtos estreia já adequada ao padrão Euro 6 de controle de poluentes e de gás carbônico, adotado na Europa em 2016. A norma equivale à oitava fase do Proconve (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores).