Venda doméstica de papéis cresce 2,2% em dezembro

A indústria brasileira de papéis registrou em dezembro, mais uma vez, trajetória distinta entre os negócios no mercado doméstico e as exportações. As vendas locais cresceram 2,2% em relação a dezembro de 2011 e somaram 473 mil toneladas. As exportações, por sua vez, encolheram 16,2% na mesma base comparativa e alcançaram 140 mil toneladas segundo dados preliminares divulgados pela Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa). Na comparação com novembro de 2012, as vendas domésticas encolheram 2,5% e as exportações cresceram 0,7%.

As vendas externas entre janeiro e dezembro atingiram 1,875 milhão de toneladas, retração de 8,6% em relação a 2011. Com isso, a receita das empresas brasileiras com as exportações de papéis caiu 10,8% em igual comparação, para US$ 1,951 bilhão (preço FOB). As vendas encolheram em todos os mercados consumidores.

O levantamento da Bracelpa também aponta queda nas importações de papéis em todas as bases comparativas. Em dezembro foram importadas 91 mil toneladas de papéis, retração de 9,9% sobre dezembro de 2011 e de 21,6% ante novembro de 2012. No acumulado do ano as importações somaram 1,396 milhão de toneladas, queda de 4,1% sobre o ano anterior.

A despeito da queda da importação, o indicador de consumo aparente encerrou o ano com alta de 1,5%, totalizando 9,703 milhões de toneladas. Em dezembro foram movimentadas 815 mil toneladas de papéis, volume 1,2% maior do que dezembro de 2011 e 2,6% menor do que novembro de 2011.

Carregando...