Mercado fechará em 50 mins
  • BOVESPA

    124.678,46
    -1.468,20 (-1,16%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.225,55
    -14,96 (-0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,00
    +0,09 (+0,13%)
     
  • OURO

    1.801,90
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    32.184,77
    -101,80 (-0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    778,35
    -15,38 (-1,94%)
     
  • S&P500

    4.408,69
    +41,21 (+0,94%)
     
  • DOW JONES

    35.018,79
    +195,44 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.101,50
    +173,00 (+1,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1488
    +0,0286 (+0,47%)
     

Venda de diesel no Brasil sobe 15% em maio a 5,02 bi de litros, diz ANP

·1 minuto de leitura
Caminhão-tanque descarrega combustível em posto em Porto Alegre (RS)

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As vendas de diesel por distribuidoras no Brasil cresceram 15% em maio na comparação com um ano antes, a aproximadamente 5,02 bilhões de litros, apontaram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nesta quarta-feira.

Na comparação com o mês anterior, no entanto, a comercialização do diesel - combustível mais vendido do país - recuou 1,4%.

Em março e em abril as vendas de diesel bateram recordes para aqueles meses, diante de uma demanda firme do agronegócio, cujo atraso da safra deste ano acabou por acumular parte da colheita de soja em um espaço menor de tempo.

Anteriormente, a Petrobras, principal fornecedora de combustíveis fósseis do Brasil, havia publicado alta de 17,1% de suas vendas de diesel em maio ante igual período de 2020, além de um novo recorde na comercialização de diesel S-10.

Segundo a petroleira, se comparado às vendas de maio de 2019 --sem os impactos de demanda decorrentes da pandemia de Covid-19-- o volume comercializado no mês passado apura crescimento de 12,7%.

OUTROS COMBUSTÍVEIS

Com impulso do diesel e avanço também das vendas de gasolina e etanol, as vendas totais de combustíveis por distribuidoras somaram 11,17 bilhões de litros, alta de 17,7% versus um ano antes.

As vendas de gasolina pelas distribuidoras cresceram 23% em maio frente ao mesmo mês de 2020, para cerca de 3,08 bilhões de litros, segundo dados da autarquia. Já a comercialização de etanol hidratado, seu concorrente nas bombas, avançou 17,7%, para 1,49 bilhão de litros.

As vendas de gás liquefeito de petróleo (GLP), o chamado gás de cozinha, subiram 2%.

(Por Marta Nogueira; edição de Nayara Figueiredo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos