Mercado fechado

Venda da Auto Raposo Tavares será usada para pagar dívida e investimentos

Taís Hirata

Concessionária foi vendida ao Pátria Investimentos A Invepar prevê usar parte dos recursos da venda da Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) para quitar uma parcela de sua dívida de aproximadamente R$ 1 bilhão com o fundo Mubadala, segundo o vice-presidente Eduardo Dantas.

A empresa não divulgou o valor da operação, anunciada ontem a noite. A companhia, controlada pelos fundos de pensão Previ, Petros e Funcef, vendeu a concessionária ao Pátria Investimentos. A conclusão da aquisição vai depender ainda da aprovação de autoridades, credores e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), o que deverá levar ao menos três meses.

“[Os recursos da venda] não resolvem tudo [com o Mubadala], mas deverão trazer uma boa folga, para aplicar parte no pagamento de juros e principal [da dívida]. Outra parte deverá ser usada para fazer aportes”, afirmou o executivo.

A dívida com o fundo dos Emirados Árabes vence em dois anos, mas seu custo financeiro é alto, de IPCA + 12%.

A venda da Cart também deverá aliviar o resultado do grupo Invepar. A operação acumulava um prejuízo de R$ 44,1 milhões nos nove primeiros meses deste ano.

O anúncio da venda ocorre logo após o imbróglio da Linha Amarela, no Rio de Janeiro, iniciado quando o prefeito Marcelo Crivella decidiu romper o contrato de concessão e derrubar as praças de pedágio.

A companhia conseguiu reverter a situação por meio de liminares judiciais, garantindo rapidamente a volta da cobrança.

Hoje, a companhia tenta uma saída amigável com a prefeitura, segundo Dantas.