Venda de computadores no Brasil parou de crescer

SÃO PAULO – As vendas de PCs estão praticamente nos mesmo níveis do ano passado. Segundo a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Eletrônica), entre janeiro e setembro de 2012, as vendas de PCs cresceram apenas 1%, em relação ao mesmo período do 2011.

Nos primeiros nove meses do ano, foram vendidos 11,8 milhões de computadores. Deste total, cinco milhões foram de desktops, que recuaram 12%, e 6,8 milhões de notebooks, que registraram aumento de 13% no período.

A estagnação do mercado de computadores pode ser explicada pela forte expansão do mercado de tablets, que cresceu 188% no período. Entre janeiro e setembro deste ano, foram vendidos 1,99 milhões de tablets, contra 692 mil unidades comercializadas no mesmo período de 2011.

Celulares
O mercado de telefones celulares vem apresentando resultados abaixo das expectativas. Segundo dados do IDC Brasil, no acumulado de janeiro-setembro de 2012, a comercialização de celulares recuou 16% em comparação com o mesmo período do ano passado, somando 42,8 milhões de unidades. Essa queda foi resultado da retração de 29% no mercado de celulares tradicionais (31,7 milhões de unidades), uma vez que os smartphones cresceram 74%, totalizando 11,2 milhões de unidades.

Os smartphones passaram a representar 26% do total de celulares. Isto indica que a penetração dos smartphones no mercado de celulares deve ocorrer de forma mais rápida do que era previsto.

Carregando...