Venda de carros novos na Europa cai 7,9% em 2012

A Europa registrou queda de 7,9% na venda de carros novos em 2012 na comparação com 2011, aponta estudo da consultoria Jato Dynamics, divulgado nesta sexta-feira. Entre os cinco maiores mercados do continente (Alemanha, Grã Bretanha, França, Itália e Espanha), apenas a Grã Bretanha registrou aumento de vendas, encerrando o ano com alta de 5,3%.

França, Itália e Espanha apresentaram queda significativa nas vendas no período, terminando o ano com quedas de 13,9%, 19,8% e 13,3%, respectivamente. A Alemanha, maior mercado do continente, teve queda de 2,9%. Essas reduções somadas reduziram em um milhão o número de veículos vendidos no continente na comparação com o ano anterior.

Entre as dez maiores marcas na Europa (Volkswagen, Ford, Opel, Renault, Peugeot, Audi, Citröen, BMW, Mercedes e Fiat), as únicas que apresentaram crescimento em 2012 foram Audi e Mercedes, com 3,4% e 0,6%, respectivamente. As maiores quedas proporcionais ficaram por conta da Renault e da Opel, 22,1% e 15,7%. A Volkswagen, apesar da queda de 4,4%, continua sendo a maior montadora do continente.

Segundo o vice-presidente de Pesquisa da Jato, Gareth Hession, mesmo com a crise, ainda há demanda por marcas premium. "Apesar das condições econômicas na Europa, existe ainda o desejo de novos lançamentos das marcas alemãs premium. Outras marcas também estão promovendo novos produtos como a Hyundai e a Kia, por exemplo. Seus últimos veículos mostram que os consumidores apreciam visuais renovados assim como seu valor", disse, em comunicado distribuído à imprensa.

O modelo Volkswagen Golf continua sendo o carro mais vendido na Europa, mesmo registrando queda significativa de 11,1% em 2012 se comparado a 2011. Outro destaque é o Ford Fiesta que, mesmo apresentando redução de 12,7% nas vendas, ultrapassou o Volkswagen Polo, subindo para a segunda colocação, enquanto o Volkswagen Polo, agora em terceiro lugar, apresentouqueda de 19,8% nas vendas.

Carregando...