Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    37.451,25
    +1.345,40 (+3,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,12 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    -0,0485 (-0,75%)
     

Vemos como positivo aumento de volatilidade em investimentos estrangeiros no país, diz diretor do BC

·1 minuto de leitura
02/08/2011

BRASÍLIA (Reuters) - O diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk, afirmou nesta quinta-feira que a autarquia vê como positivo o aumento de volatilidade do Investimento Direto no País (IDP), após o BC ter ajustado para baixo sua perspectiva de ingresso no Brasil de investimentos estrangeiros este ano para 36 bilhões de dólares este ano, contra 50 bilhões de dólares antes.

Em coletiva de imprensa, Kanczuk afirmou que havia certa estranheza com o fato de o IDP se manter estável, já que ele tem um papel importante ligado à produtividade e com alinhamento de incentivos a reformas para o país crescer.

Segundo o diretor, o Brasil deve ser "receptor de IDP muito maior" no próximo ano. A expectativa do BC é de ingresso de 60 bilhões de dólares no ano que vem, também abaixo da perspectiva anterior de 65,2 bilhões de dólares traçada em setembro.

Sobre a atividade econômica no Brasil, Kanczuk destacou que a retomada tem sido muito mais em formato de V do que no formato de visto --com retorno mais lento-- que chegou a ser aventado pelo BC.

(Por Marcela Ayres)