Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.131,73 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,63 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    36.224,87
    -1.001,60 (-2,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,26 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +77,00 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,08 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    +0,0791 (+1,25%)
     

Velejador é resgatado por adversário após barco partir ao meio

LANCE!
·2 minuto de leitura


A Vendée Globe 2020 viveu momentos de tensão na última terça-feira. O francês Kevin Escoffier (PRB) foi obrigado a abandonar a volta ao mundo em solitário sem escalas após seu barco partir ao meio.

O velejador foi resgatado pelo outro competidor e compatriota Jean Le Cam (Yes We Cam) depois de passar mais de 11 horas em um bote salva-vidas.

Kevin Escoffier disse que foi forçado a abandonar seu IMOCA depois que uma onda “dobrou o barco em dois” ao largo do Cabo da Boa Esperança, na África do Sul.

- Você vê as imagens de naufrágios? Foi assim, mas pior. Em quatro segundos o barco afundou, a proa dobrou em 90 graus. Abaixei a cabeça na cabine, uma onda estava chegando. Tive tempo de mandar uma mensagem antes que a onda fritasse a parte eletrônica. Foi uma loucura total.

Os organizadores da prova acionaram Jean Le Cam do barco Yes We Cam em uma missão de resgate, sendo o francês o competidor mais próximo do local.

- Eu disse a mim mesmo que ficaria de prontidão e esperaria pela luz do dia. Então pensei que no escuro seria mais fácil ver sua luz - disse Jean Le Cam.

O próprio Jean Le Cam foi resgatado nesta regata em 2009, depois de passar 16 horas em seu IMOCA virado.

- Assim que vi Jean, tive certeza de que seria salvo - disse Kevin.

O resgate não foi feito em condições normais, já que o mar tinha ondas de quase quatro metros.

- Foi surreal o que aconteceu. O barco dobrou em uma onda a 27 nós. Eu ouvi um estalo, mas, honestamente, você não precisava do barulho para entender. Eu olhei para o barco, estava em 90°. Em segundos, havia água por toda parte. A popa do barco estava submersa e a proa apontada para o céu. O barco se partiu em dois à frente da antepara do mastro. Garanto que não estou exagerando nada … havia um ângulo de 90° entre a parte de trás e a frente do barco. Não tive tempo de fazer nada. Acabei de enviar uma mensagem para minha equipe: "Estou afundando. Isto não é uma piada. SOCORRO“. Do momento em que entrei no convés soltando as velas e me encontrei no TPS, não se passaram nem dois minutos. Foi extremamente rápido - relatou.