Mercado fechará em 6 h 3 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,52
    -0,05 (-0,08%)
     
  • OURO

    1.781,20
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    56.569,22
    -541,70 (-0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.443,68
    -25,40 (-1,73%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.092,74
    -75,94 (-1,06%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.819,00
    -50,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4145
    -0,0323 (-0,50%)
     

Veja quem tem direito a receber o auxílio-inclusão de R$ 550

·1 min de leitura
Pessoa tirando dinheiro de dentro da carteira
Benefício está sendo pago desde o começo de outubro

(Getty Images)

  • Auxílio-inclusão está sendo pago no valor de R$ 550;

  • Pessoas com deficiência que recebam o BPC e estejam voltando ao mercado de trabalho podem solicitar o benefício;

  • Também é necessário possuir CPF e cadastro no CadÚnico.

O auxílio-inclusão, destinado aos beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) que estejam voltando ao mercado de trabalho, começou a ser pago no começo de outubro em depósitos de R$ 550.

Leia também:

Para receber o benefício, é necessário:

  • Possuir deficiência moderada ou grave

  • Ser beneficiário do BPC/Loas; OU

  • Ter recebido ao menos uma parcela do BPC nos últimos cinco anos ou ter tido o benefício suspenso

  • Não possuir restrições no CPF (Cadastro da Pessoa Física)

  • Possuir remuneração mensal de até dois salários mínimos (R$ 2,2 mil)

  • Estar enquadrado como segurado obrigatório do regime geral de previdência social ou como filiado ao regime próprio de previdência social da União, dos estados, do DF ou dos municípios

  • Possuir cadastro devidamente atualizado no Cadúnico.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o objetivo do programa é “estimular a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho”. Quem passar a receber o auxílio-inclusão deixará de receber o BPC, mas caso perca o emprego, voltará a integrar o programa e a receber o valor cheio de um salário mínimo (R$ 1.100).

Para solicitar o abono, basta entrar em contato com o INSS via site, aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135 (Central de Atendimento do INSS).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos