Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.220,83 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,61 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    44.529,20
    -2.785,55 (-5,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,63 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,99 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,29 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7636
    +0,0247 (+0,37%)
     

Veja as primeiras fotos tiradas pelo Perseverance logo após o pouso em Marte

Daniele Cavalcante
·2 minuto de leitura

Após sete meses de viagem no espaço e "sete minutos de terror" durante o pouso em Marte, o rover Perseverance e o helicóptero Ingenuity pousaram em segurança na cratera Jezero. A manobra aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (18), com transmissão ao vivo da NASA, que exibiu também a primeira imagem de Marte capturada pelo “olho”, quer dizer, pela câmera do robozinho explorador.

Muito mais do que apenas mais um rover em Marte, o Perseverance é o maior e mais completo equipamento científico já enviado ao Planeta Vermelho, além de possuir o maior número de câmeras. Seu sistema de armazenamento de amostra requintadamente é complexo e inovador, desenvolvido para analisar o solo de Jezero em busca de potenciais sinais de vida microscópica antiga, que podem estar fossilizados na cratera, onde bilhões de anos atrás havia um lago.

Após os momentos de tensão entre a manobra de pouso e os envios dos sinais indicando que tudo estava bem com o Perseverance, a equipe da missão na sala de controle recebeu as primeiras imagens, capturada pelas câmeras de navegação que ficam na parte da frente e de trás de seu corpo. Ter essas imagens na tela de controle da missão é mais ou menos como abrir os olhos após uma cirurgia e perceber que tudo correu bem, considerando todo o nervosismo nessa etapa crucial.

A primeira imagem do novo lar do Perseverance, capturada pela câmera de navegação frontal (Imagem: Reprodução/NASA/JPL)
A primeira imagem do novo lar do Perseverance, capturada pela câmera de navegação frontal (Imagem: Reprodução/NASA/JPL)

Se a primeira foto parece um tanto decepcionante — afinal, todos querem ver a paisagem marciana em seu esplendor —, não se preocupe. Há bastante poeira agitada pelo pouso do rover, então as imagens devem melhorar consideravelmente quando tudo estiver mais calmo. Além disso, as câmeras de navegação servem apenas para orientar o veículo robótico, enquanto as imagens de alta resolução ficarão a cargo das câmeras mais robustas.

Deve levar algum tempo para que o Perseverance verifique que todos os seus instrumentos e sistemas estão funcionando de acordo com o planejado e, depois, a NASA poderá começar a explorar a cratera Jezero. Ah! O robozinho também já enviou uma segunda foto, que foi capturada pela câmera de orientação traseira. São essas duas visões que os controladores da missão utilizarão daqui a diante para controlar o rover, quando necessário.

(Imagem: Reprodução/NASA/JPL)
(Imagem: Reprodução/NASA/JPL)

São muitos cientistas e engenheiros envolvidos em cada um dos instrumentos do Perseverance, e todos eles deverão averiguar cada componente, subsistema e sub-rotina nas próximas semanas, o que também inclui o helicóptero Ingenuity. Só então a NASA colocará o equipamento para trabalhar. De qualquer forma, as duas primeiras imagens podem entrar para a história caso o Perseverance seja o rover que descobrirá a primeira assinatura de vida fora da Terra!

Abaixo, você confere exatamente onde o Perseverance pousou e, clicando aqui, você abre o mapa pela ferramenta da NASA, que permite até dar um zoom para ver o local com ainda mais detalhes:

(Imagem: Reprodução/NASA)
(Imagem: Reprodução/NASA)

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: