Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,23 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,34 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +0,19 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    50.103,48
    +1.552,36 (+3,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,20 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,51 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    -11,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7811
    -0,0048 (-0,07%)
     

Veja a primeira foto de Marte tirada pela sonda Hope, dos Emirados Árabes Unidos

Daniele Cavalcante
·2 minuto de leitura

Na última terça-feira (9), após sete meses de viagem interplanetária, a sonda Hope Mars chegou no Planeta Vermelho, fazendo dos Emirados Árabes Unidos a quinta nação da Terra a entrar na órbita marciana. Para celebrar, a agência espacial do país árabe divulgou neste domingo (14) a primeira foto de Marte capturada por sua nave.

A imagem abaixo foi transmitida pela sonda enquanto ela chegava a uma distância de 25 mil km acima da superfície do planeta, de acordo com a agência. Após se aproximar, a Hope realizou uma manobra de inserção orbital, às 12h30 (horário de Brasília) do dia 9 de fevereiro. Para entrar corretamente em órbita, os seis propulsores da nave foram ativados por 27 minutos no objetivo de reduzir a velocidade de 120 mil km/h para 18 mil km/h.

(Imagem: Reprodução/Agência Espacial dos Emirados Árabes)
(Imagem: Reprodução/Agência Espacial dos Emirados Árabes)

Planejada para permanecer na órbita do Planeta Vermelho, a Hope Mars não pousará em solo marciano. Aliás, a equipe da missão planeja realocar a nave em outra órbita no mês de maio, para que ela voe em torno de Marte a cada 55 horas. O objetivo da missão é coletar dados através de três instrumentos científicos a bordo da sonda para estudar alguns dos fenômenos atmosféricos de lá. Isso inclui o clima na superfície, as camadas atmosféricas e os eventos que levaram os átomos de hidrogênio e oxigênio para o espaço.

A Hope Mars foi a primeira missão a chegar este mês ao Planeta Vermelho. Na semana anterior, mais precisamente na sexta-feira (12), a missão chinesa Tianwen-1 também entrou com sucesso na órbita marciana e registrou imagens do processo de inserção. Já a missão dos Estados Unidos, a Mars 2020, deve pousar na superfície de Marte na quinta-feira (19).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: