Mercado abrirá em 7 h 45 min
  • BOVESPA

    111.923,93
    +997,93 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,23 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,87
    +0,89 (+1,11%)
     
  • OURO

    1.821,60
    +12,00 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    17.209,70
    +233,06 (+1,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,76
    +6,34 (+1,58%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,88 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.320,62
    +645,27 (+3,46%)
     
  • NIKKEI

    27.781,09
    +3,19 (+0,01%)
     
  • NASDAQ

    11.994,50
    -15,75 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5198
    +0,0258 (+0,47%)
     

Veja opções de cartões de crédito que não consultam SPC e Serasa

Cartões de crédito: o número de inadimplentes no Brasil é de cerca de 65,69 milhões. Foto: Getty Creative.
Cartões de crédito: o número de inadimplentes no Brasil é de cerca de 65,69 milhões. Foto: Getty Creative.
  • O mais recente levantamento do Serasa apontou para um aumento de pessoas devedoras de 0,91% de fevereiro para março deste ano;

  • O valor da dívida em conjunto chega a R$ 265,8 bilhões, sendo o valor médio por inadimplente de R$ 4.046,31;

  • Cartões consignados ou pré-pagos são alternativa para pessoas com restrição nome.

O mais recente levantamento do Serasa apontou para um aumento de pessoas devedoras de 0,91% de fevereiro para março deste ano. Com isso, o número de inadimplentes é de cerca de 65,69 milhões. Esse número não era registrado desde março de 2020, início da pandemia de Covid-19.

O valor da dívida em conjunto chega a R$ 265,8 bilhões, sendo o valor médio por inadimplente de R$ 4.046,31. Quanto ao perfil das pessoas com “nome sujo”, As mulheres (50,2%) apresentaram uma pequena diferença entre os endividados com relação aos homens (49,8%) e as faixas etárias que apresentam maior contigente são dos 26 a 40 anos (35,2%), seguido pela faixa de 41 a 60 anos (34,9%).

Os negativados ou pessoas com alguma restrição no nome enfrentam muitas dificuldades para conseguir empréstimos, financiamentos e cartão de crédito. Como alternativa, existem algumas opções de cartões consignados ou pré-pagos. No caso dos cartões pré-pagos, eles funcionam como um cartão de crédito, no entanto seu limite está atrelado a uma recarga prévia.

Já um cartão consignado também é semelhante a um cartão de crédito, porém, sua fatura é descontada diretamente da folha de pagamento. Ele é comumente usado por aposentados e pensionistas do INSS, servidores públicos e trabalhadores com carteira de trabalho registrada.

O portal Canaltech listou 5 opções de cartões que não consultam o SPC e Serasa, veja a seguir:

  1. Cartão Caixa Simples

  2. Cartão PagSeguro

  3. Cartão Inter consignado

  4. Cartão Superdigital

  5. BMG Card Consignado

Cartão Caixa Simples

O cartão Caixa Simples pode ser usado por aposentados ou pensionistas do INSS ou servidores públicos, mas é restrito àqueles que têm menos de 75 anos. Além de não possuir anuidade, é aceito em diversas lojas físicas e você pode fazer compras pela internet, no Brasil e até mesmo no exterior.

Por ser um cartão consignado, ele seguirá essa modalidade: o valor da fatura será debitado diretamente da folha de pagamento. É possível solicitar entre 20% e 70% do limite seja depositado na conta (com incidência de juros), mas fique atento, pois, se você possui pendências na Caixa deve resolvê-las antes de solicitar o cartão.

Cartão PagSeguro

O cartão PagSeguro funciona na modalidade pré-pago. Depois de abrir uma conta no app, você pode conseguir um sem nenhum tipo de burocracia — e, para usá-lo, basta apenas colocar o dinheiro como saldo.

Além de não possuir anuidade, ele oferece a bandeira MasterCard, que é aceita em diversos estabelecimentos. E um ponto positivo é que todos os gastos podem ser acompanhados diretamente no app, garantindo um maior controle sobre os seus gastos.

Cartão Inter consignado

Como o próprio nome diz, o Cartão Inter segue a modalidade consignado, com o pagamento mínimo da fatura sendo descontado direto na folha, sem a necessidade da consulta ao SPC ou Serasa. Além de não possuir anuidade, você pode sacar até 90% do seu limite.

O cartão também oferece a bandeira Mastercard, aceita em diversos estabelecimentos e permite até mesmo compras internacionais. O único porém, é que ele oferece taxas de juros — mas, segundo o banco Inter, são menores que as oferecidas no mercado.

Cartão Superdigital

Já o cartão Superdigital oferece a modalidade pré-pago, que funciona da maneira tradicional: via saldo. Com ele, também é possível sacar dinheiro nos caixas eletrônicos das redes Banco24Horas e Rede Cirrus.

Com o cartão pré-pago, é possível fazer compras em milhares de estabelecimentos que aceitem a bandeira Mastercard, e tudo isso sem ter que necessariamente se preocupar em utilizar dinheiro físico. E todos os gastos podem ser acompanhados diretamente no app, sem muitos problemas.

BMG Card Consignado

Também utilizando a modalidade de cartão consignado, o BMG Card é mais uma opção para aqueles que querem ter um limite de crédito sem ter que se preocupar com a instituição consultando o SPC ou o Serasa.

Você pode solicitar até 70% do valor do limite disponível no seu cartão e, embora não seja cobrada taxa de anuidade, ele possui taxas de juros (que, segundo a instituição, são muito mais baixas do que um cartão de crédito comum — até 3,06%).

Pronto! A partir de agora você já tem em mãos cinco opções de cartão de crédito que não consulta SPC e Serasa, sendo na modalidade consignado ou pré-pago.