Mercado fechará em 5 h 41 min
  • BOVESPA

    102.226,71
    +311,26 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,56
    +2,38 (+3,60%)
     
  • OURO

    1.787,10
    +10,60 (+0,60%)
     
  • BTC-USD

    57.281,36
    -959,53 (-1,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.471,59
    +28,81 (+2,00%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.156,47
    +97,02 (+1,37%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.370,75
    +220,25 (+1,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3494
    -0,0206 (-0,32%)
     

Veja foto do asteroide de 800 metros que passará perto da Terra em dezembro

·2 min de leitura

No dia 17 de dezembro, o asteroide (163899) 2003 SD220 fará uma passagem relativamente próxima da Terra em termos astronômicos, mas segura o suficiente para não nos colocar em risco. A rocha espacial passará a 5,4 milhões de quilômetros do nosso planeta, distância equivalente a quase 14 vezes à distância média entre a Terra e a Lua. A proximidade máxima da rocha certamente renderá boas observações, mas você já pode matar sua curiosidade e conferir uma foto real do asteroide em questão, tirada em outubro.

A imagem foi feita pelos membros da equipe do projeto The Virtual Telescope, iniciativa que conta com telescópios robóticos que podem ser acessados remotamente, seja para fins de pesquisa ou para fins recreativos. Desta vez, eles usaram o telescópio Elena para o registro feito com uma exposição de 300 segundos, realizada remotamente, que resultou em uma imagem do asteroide a mais de 20 milhões da Terra.

Confira:

O asteroide mede aproximadamente 800 m de diâmetro e, às 14h26 (horário de Brasília) do dia 17 de dezembro de 2021, ele realizará sua maior aproximação com a Terra. Apesar de a distância ser segura, sem risco de impacto, o (163899) 2003 SD220 é considerado um “asteroide potencialmente perigoso” (ou apenas “PHA”, na sigla em inglês).

Esta classificação é definida a partir de parâmetros que medem o potencial que asteroides têm de realizar passagens perigosas pelos arredores da Terra. Para isso, é preciso analisar as distâncias de intersecção de órbita, medidas que estabelecem a distância entre os pontos de maior aproximação entre as órbitas de dois objetos. Se ela for de 0,05 unidades astronômicas ou menos e o asteroide tiver magnitude absoluta de 22 ou menos, ele se torna um PHA.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos