Mercado fechará em 54 mins
  • BOVESPA

    108.853,83
    +1.024,10 (+0,95%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.614,36
    -721,15 (-1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,03
    +0,89 (+1,15%)
     
  • OURO

    1.887,90
    +3,10 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    23.010,84
    -292,46 (-1,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    530,34
    -6,55 (-1,22%)
     
  • S&P500

    4.129,62
    -34,38 (-0,83%)
     
  • DOW JONES

    34.037,80
    -118,89 (-0,35%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.283,52
    -15,18 (-0,07%)
     
  • NIKKEI

    27.606,46
    -79,01 (-0,29%)
     
  • NASDAQ

    12.579,25
    -197,50 (-1,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5926
    +0,0155 (+0,28%)
     

Veja como será o novo Explorador de Arquivos do Windows 11

A Microsoft pretende fazer uma grande reformulação visual no Explorador de Arquivos do Windows 11, alinhando-o à nova proposta de design do sistema. A fabricante deve atualizar as áreas principais do app e trazer recursos para otimizar a integração com o OneDrive e com a suíte Microsoft 365 (antigo Office).

Prints de tela vazados pelo site Windows Central revelam como deve ser a nova aparência do utilitário de navegação pelas pastas do Windows. O que dá para afirmar logo de cara é um visual mais limpo, com menos ícones e mais parecido com um navegador de internet, como o Chrome e o Edge.

O cabeçalho deve ser redesenhado com as guias separadas e os botões de maximar, minimizar e fechar a janela. Ali estará escrito o nome da pasta com o respectivo ícone ao lado, seguindo o padrão já existente desde o Windows 10.

Esta é a aparência do Explorador de Arquivos do Windows 11, ainda em desenvolvimento pela Microsoft (Imagem: Reprodução/Windows Central)
Esta é a aparência do Explorador de Arquivos do Windows 11, ainda em desenvolvimento pela Microsoft (Imagem: Reprodução/Windows Central)

É possível notar um inédito botão Home e uma caixa de pesquisa com um visual mais moderno. Os atalhos para avançar, voltar, atualizar ou subir um nível acima estão presentes, porém de maneira mais espaçada.

Explorador de Arquivos com visual mais moderno

A segunda barra de atalhos agora só conterá esses elementos citados acima. Os botões de copiar, recortar, colar e demais serão movidos para uma nova área posicionada logo abaixo, antes da exibição dos arquivos e pastas. Pode não parecer muita coisa, mas essa realocação criou uma área de respiro muito maior para o Explorador de Arquivos.

Já citada acima, a página da Home deve conter uma série de integrações com os arquivos do Microsoft 365. Na parte superior, haverá um feed de arquivos recomendados, baseados naqueles que o usuário abriu recentemente ou com os quais costuma interagir com frequência. Esses atalhos serão representados com miniaturas para facilitar a visualização, sem exigir que a pessoa tenha que abrir os arquivos para saber qual é.

A barra de navegação de pastas, posicionada no lado esquerdo, deve se manter de modo similar ao que é hoje em termos estruturais. Na parte visual, os ícones estão com mais destaques, a fonte foi modernizada e existem mais espaços entre cada elemento da tela.

Mais integração com o Microsoft 365

O Explorador de Arquivos mostrará a atividade, arquivos relacionados e e-mails associados ao documento (Imagem: Reprodução/Windows Central)
O Explorador de Arquivos mostrará a atividade, arquivos relacionados e e-mails associados ao documento (Imagem: Reprodução/Windows Central)

Outra mudança são os detalhes de cada arquivo exibidos no Explorador. Antes, já havia muitas opções disponíveis, mas todas elas eram relacionadas a dados offline do arquivo, como o tamanho e a última vez que foi modificado. Agora, a modernização passa a exibir a exata localização, inclusive em arquivos na nuvem e as pessoas que editaram o documento.

Para quem trabalha usando o OneDrive compartilhado, será possível ver até arquivos compartilhados com o seu perfil e acessar os documentos hospedados na conta de outros ou anexados em conversas de e-mail. Isso tudo poderá ser acessado pelo próprio Windows 11, sem precisar abrir um navegador nem se conectar manualmente no armazenamento da nuvem, como ocorre hoje.

Espera-se também que o novo File Explorer tenha uma área dedicada à galeria, exibindo fotos diretamente no utilitário. Nas versões anteriores do Windows, era preciso abrir um aplicativo exclusivo para ver fotos ou vídeos, o que exigia processamento extra do computador.

Quando chega o novo File Explorer?

Não há um prazo para lançamento do novo Explorador de Arquivos até o momento. Como essa tela foi vazada, existe a possibilidade de a empresa ainda estar fazendo ajustes, que podem mudar até a liberação para testes dos cadastrados no programa Windows Insiders.

Um chute baseado em situações anteriores seria um lançamento na grande atualização anual do Windows, as versões 23H1 ou 23H2, ambas previstas para serem lançadas em algum momento do primeiro ou segundo semestre, respectivamente. É possível que a empresa de Satya Nadella apresente algo no evento Microsoft Build 2023, previsto para maio deste ano.

O que se sabe, com certeza, é que esta pode ser a maior atualização do File Explorer desde a tentativa frustrada do Windows 8. É um ajuste necessário para acompanhar o padrão de modernidade pregado pela companhia com o desembarque do Windows 11 no mercado.

A Microsoft tem trabalhado para ajustar o Windows 11, inclusive para tornar a atualização menos demorada e mais simplificada. A Microsoft revelou que a atualização .NET e o pacote opcional de janeiro chegarão com a versão 22H2 do sistema operacional, alteração que, na prática, permitirá instalar updates reiniciando o PC uma única vez.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: