Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.136,27
    -87,29 (-0,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Veja como sacar o PIS/Pasep fora do calendário

A quantia deixada de lado do PIS/Pasep já soma cerca de R$ 400 milhões (Getty Image)
A quantia deixada de lado do PIS/Pasep já soma cerca de R$ 400 milhões (Getty Image)
  • Desde março é possível reaver o dinheiro esquecido

  • 481.765 brasileiros ainda não pegaram o abono salarial

  • Os trabalhadores que realizarem o pedido deverão sacar até o dia 29/12

Esqueceu de sacar o abono salarial de 2019 ou 2020? Então talvez seja possível resgatar o dinheirinho fora do calendário. Os trabalhadores deveriam ter retirado os valores entre julho de 2019 e junho de 2020, mas poderão resgatar a quantia até o final do ano.

O prazo para sacar as quantias "esquecidas" começou no dia 31 de março. O Ministério do Trabalho e Previdência diz que 481.765 brasileiros ainda não pegaram o abono salarial PIS/ Pasep (ano-base 2020). A quantia deixada de lado já soma cerca de R$ 400 milhões.

É preciso destacar que o lote é diferente do liberado neste ano, referente ao ano-base 2020, no qual o calendário de pagamentos começou em 8 de fevereiro, com possibilidade de saque até o dia 29 de dezembro.

Para retirar o dinheiro, é necessário fazer uma requisição formal de remissão. O pedido pode ser realizado presencialmente, com um documento com foto em uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho, ou através do e-mail trabalho.uf@economia.gov.br, colocando no lugar de "uf" a sigla do estado em que o trabalhador reside.

Os trabalhadores que realizarem o pedido deverão sacar até o dia 29/12. Caso esqueça novamente, só poderá acessar o dinheiro no calendário de 2023, realizando um novo pedido.

Quem recebeu em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias daquela ano tem direito a receber o dinheiro.

Além disso, é preciso que a pessoa esteja inscrita no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos naquele ano, e com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos