Mercado fechado

Veículos autônomos fazem entregas nos EUA e diminuem risco de coronavírus

Wagner Wakka

A startup de veículos autônomos Nuro vai usar sua frota de para entregar remédios da rede farmacêutica CVS na cidade de Houston, no Texas. A companhia foi fundada por dois ex-engenheiros da Google que já colocam o serviço em testes na região. A utilização de sistema automatizado pode ajudar a diminuir a probabilidade de contágio do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Segundo comunicados das empresas, as entregas vão começar já agora em junho, sem custo adicional para os clientes da rede CVS na cidade. Os envios serão feitos com os Toyota Prius automatizados da Nuro, provenientes somente de uma loja física na cidade, como testes iniciais. A proposta é que outras lojas da rede possam contar com a opção também em breve.

Os clientes vão poder fazer os pedidos pelo site ou app da CVS para remédio sem necessidade de prescrição médica. Para retirar o pedido entregue, o usuário faz uma confirmação pelo smartphone.

A startup, antes, tinha foco em entregas de comida e mercado, mas viu um aumento da demanda de medicamentos por conta da COVID-19. Apesar da proposta de não ter entregador, os Prius ainda contam com motoristas de segurança para a tecnologia.

A empresa também está investindo em veículos menores, diferentes dos típicos carros com retrovisores e direção. Como a proposta é ser um modelo apenas para transporte de cargas, não há a necessidade de controle locais, somente o autônomo. A ideia é começar a testar a tecnologia em breve na Califórnia.

A empresa recebeu no ano passado uma rodada de investimentos de quase US$ 1 bilhão da Softbank, companhia japonesa de investimentos. A Nuro trabalha exclusivamente com entregas autônomas.

Fonte: Canaltech