Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.786,43
    +113,67 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.298,20
    -104,50 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,25
    +0,38 (+0,45%)
     
  • OURO

    1.782,80
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    66.000,43
    +1.876,89 (+2,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.538,50
    +57,70 (+3,90%)
     
  • S&P500

    4.536,19
    +16,56 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    35.609,34
    +152,03 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.223,10
    +5,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    26.136,02
    +348,81 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    29.255,55
    +40,03 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    15.352,50
    -25,00 (-0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5196
    0,0000 (0,00%)
     

Vazamento de informações confidenciais da Apple preocupa CEO

·1 minuto de leitura
Tim Cook, CEO da Apple
"Não toleramos divulgação de informações confidenciais", disse Tim Cook em e-mail aos funcionários
(REUTERS/Leah Millis)
  • Informações sobre reuniões e produtos da Apple foram vazadas

  • Situação tem preocupado o CEO Tim Cook, que prometeu identificar os responsáveis

  • Nesta semana, ele enviou um e-mail aos funcionários comentando o ocorrido

Os recentes vazamentos de informações confidenciais da Apple não têm deixado o CEO da empresa nada feliz. Tim Cook deixou claro que "as pessoas que vazam informações confidenciais não pertencem" à Apple e aproveitou para enviar, nesta semana, um e-mail aos funcionários.

Vazamentos

Recentemente, informações foram à público sem o consentimento da empresa, como é o caso do que foi dito durante uma reunião realizada no dia 17 de setembro. Na ocasião, Cook falava sobre a exigência de testes de Covid-19 para funcionários não vacinados e ainda comentou estar "ansioso para seguir em frente" com relação ao caso antitruste movido pela Epic Games.

Leia também:

Detalhes sobre os modelos recém-lançados do iPhone 13 também foram vazados à imprensa.

O que diz o CEO

No e-mail, Cook pontua aos funcionários ter ouvido que "muitos de vocês ficaram incrivelmente frustrados ao ver o conteúdo da reunião vazar para os repórteres”.

Ele ainda relembra que a empresa está tomando todas as providências necessárias para identificar os responsáveis pelos vazamentos. "Não toleramos divulgação de informações confidenciais, seja o IP do produto ou os detalhes de uma reunião confidencial".

Ainda assim, o CEO afirma saber que o número de funcionários envolvidos é pequeno, e agradece às equipes, afirmando que "continuaremos medindo nossas contribuições nas vidas que mudamos, nas conexões que promovemos e no trabalho que fazemos para deixar o mundo um lugar melhor".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos