Mercado fechará em 2 h 21 min
  • BOVESPA

    108.210,75
    +1.543,09 (+1,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.811,61
    -420,59 (-0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,30
    +1,87 (+2,19%)
     
  • OURO

    1.840,40
    +28,00 (+1,54%)
     
  • BTC-USD

    41.816,92
    +337,02 (+0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    991,72
    -3,03 (-0,30%)
     
  • S&P500

    4.565,54
    -11,57 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    35.308,40
    -60,07 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.583,48
    +19,93 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.138,75
    -67,25 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2033
    -0,1038 (-1,65%)
     

Vazam salários da Microsoft; valores podem chegar até US$ 500 mil

·2 min de leitura
  • Vazamento acompanhou relatos de desigualmente de pagamentos por etnia e gênero

  • Planilha foi criada a partir de uma discussão de funcionários via e-mail

  • Microsoft hoje tem cerca de 190 mil trabalhadores

Diversas planilhas contendo os salários de milhares de funcionários da Microsoft foram vazadas nesta quarta-feira (15).

Além da vergonha de ter informações confidenciais vazadas, junto a isso diversos funcionários denunciaram desigualdades no pagamento.

Tudo começou quando algumas dezenas de mulheres dentro da empresa começaram a conversar por e-mail, compartilhando histórias sobre disparidades salariais e oportunidades de promoção.

Mais de 1.200 funcionários compartilharam seus salários na planilha, revelando quanto ganhavam, quantos anos tinham de experiência e seus departamentos.

Os dados revelaram diferença no pagamento de funcionários através das linhas de etnia e gênero. Mas alguns dos problemas relatados vão além dos salários, focando no tratamento de certos funcionários.

"Não ser chamada para reuniões, ter homens em projetos falando por cima de você ou ignorar ideias deliberadamente são comportamentos comuns na empresa", escreveu uma funcionária nos e-mail.

Leia também:

Salários dos funcionários

Cerca de 600 funcionários, metade da planilha, se identificaram como engenheiros de software em algumas das principais unidades da Microsoft, como Azure, Office e o Windows.

Enquanto a amostragem não é completamente representativa, ela revela uma média de pagamentos anuais de US$ 185 mil (aproximadamente R$ 1 milhão) dentre os engenheiros de software.

Os engenheiros de nível básico recebem uma média de US$ 132 mil (R$ 754 mil). Já os profissionais nível sênior tem uma média de US$ 217 mil (R$ 1,2 milhão).

Os funcionários mais bem pagos da planilha recebem US$ 500 mil (R$ 2,8 milhões), sendo destinados a executivos de alto escalão.

Pequena amostragem

Só em 2021 a Microsoft aumentou seu número de trabalhadores em mais de 23 mil, chegando a impressionantes 190 mil trabalhadores ao redor do mundo. Destes, cerca de 107 mil se encontram localizados nos Estados Unidos.

Por conta disto é importante ressaltar que com uma planilha com uma amostra de 1.200 funcionários, os dados não podem ser considerados 100% representativos.

No entanto, eles oferecem uma boa espiada no que ocorre dentro de um das maiores empresas do mundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos